Alunos que ainda não comprovaram as informações prestadas no momento da inscrição devem verificar na instituição escolhida a hora e o local para tal

Na página do Prouni 2018, na internet, estão relacionados os documentos a serem entregues nas instituições
shutterstock/Reprodução
Na página do Prouni 2018, na internet, estão relacionados os documentos a serem entregues nas instituições


Os candidatos pré-selecionados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni 2018) têm até esta sexta-feira (23) para comparecerem às instituições de ensino escolhidas e entregar a documentação exigida pelo programa. Só assim, serão comprovadas todas as informações prestadas no momento da inscrição.

Leia também: UNB oferece disciplina sobre “golpe de 2016”

Quem não conseguir entregar tais documentos, perder o prazo ou não comprovar as informações na faculdade escolhida será desclassificado. Os documentos necessários são os pessoais, comprovantes de rendimento, de residência e de conclusão do ensino médio. A lista completa está na página do Prouni 2018 .

Para saber à qual bolsa o aluno terá direito, é necessário comprovar a renda familiar per capita (por pessoa) da família. Isso porque, para ter bolsas de 100%, tal renda deve ser de até um salário mínimo por pessoa. Já para as bolsas de 50%, é necessária uma renda de até três salários mínimos. 

O candidato aprovado na primeira chamada deve verificar na instituição os horários e o local onde deve comparecer. O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 2 de março e a comprovação de informações deverá ser feita entre os dias 2 e 9 de março.

Leia também: MEC abre inscrições para Fies 2018, primeira edição do programa no novo formato

Além disso, o estudante que não for pré-selecionado em nenhuma das duas chamadas pode aderir à lista de espera no período entre 16 e 19 de março.

Condições para bolsistas

Além da renda familiar, é solicitada ainda uma série de condições aos candidatos às bolsas do Prouni. É preciso que o aluno satisfaça a pelo menos uma delas:

– Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola particular; 

– Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada;

– Ser pessoa com deficiência; ou

– Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos, além de tudo, não há requisitos de renda.

Ao todo, 2.976 instituições de ensino particulares têm convênio com o Prouni 2018 . Das bolsas de estuda ofertadas, 113.863 são integrais e outras 129.124 são parciais. 

Leia também: MEC divulga lista dos candidatos aprovados no Prouni 2018; confira

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.