Grammy 2012 consagra Adele e homenageia Whitney Houston

Inglesa foi a grande campeã da noite, vencendo nas seis categorias em que foi indicada

iG São Paulo |

A cantora inglesa Adele foi a grande vencedora do Grammy 2012 na noite deste domingo (12). Além de ganhar nas seis categorias em que foi indicada (incluindo gravação, álbum e canção do ano), a artista fez a performance mais aplaudida da noite. Se havia dúvidas que sua voz estaria em forma após uma cirurgia na garganta , em novembro do ano passado, elas desaparecem após sua bela interpretação do hit "Rolling in the Deep".

Mas Adele teve que dividir os holofotes com outra estrela: Whitney Houston. Morta no dia anterior aos 48 anos , a cantora foi lembrada durante toda a noite. Desde a abertura, quando o apresentador LL Cool J fez uma oração em sua memória – na plateia, nomes como Lady Gaga e Adele acompanharam a prece de cabeças baixas –, até o sóbrio tributo feito por Jennifer Hudson, que cantou "I Will Always Love You".

Depois de Adele, os outros grandes vencedores do 54º Grammy foram Foo Fighters e Kanye West. A banda liderada por Dave Grohl venceu cinco prêmios, incluindo melhor canção e melhor álbum de rock. Já o rapper ganhou em quatro das sete categorias em que foi indicado, incluindo melhor álbum e melhor performance de rap.

Getty Images
Adele chora ao subir no palco em Los Angeles
A primeira performance da noite foi do veterano Bruce Springsteen. Ele interpretou "We Take Care of Our Own", primeiro single de seu próximo disco, "Wrecking Ball". A primeira metade da noite ainda teve uma homenagem a Etta James (com Alicia Keys e Bonnie Raitt), apresentações de Bruno Mars e Chris Brown (dançando bastante, mas fazendo playback) e, numa tenda montada do lado de fora do Staples Center, em Los Angeles.

Siga o iG Cultura no Twitter

O primeiro dos momentos mais aguardados da noite, no entanto, só veio quando a festa já durava quase uma hora: o dueto de Coldplay e Rihanna. A cantora começou a performance sozinha, interpretando a nova "We Found Love". Em seguida, Chris Martin e banda se juntaram a Rihanna e, juntos, tocaram "Princess of China". A cantora então deixou o palco e o Coldplay, agora sozinho, veio com o sucesso "Paradise".

Outra performance bastante aguardada foi a dos Beach Boys. A formação clássica da banda se reuniu pela primeira vez em vinte anos e tocou o sucesso "Good Vibrations" ao lado das bandas Maroon 5 e Foster the People - pouco antes, os dois grupos já haviam tocado outros dois clássicos dos Beach Boys, "Surfer Girl" e "Wouldn't It Be Nice".

Getty Images
Ana Jobim recebe Grammy especial para Tom
Em seguida, foi a vez de outra lenda da música subir ao palco. Apresentado por Stevie Wonder, Paul McCartney interpretou (com o luxuoso auxílio da cantora e pianista Diana Krall e do guitarrista Joe Walsh) a balada "My Valentine", uma das faixas de seu recém-lançado álbum "Kisses on the Bottom". McCartney ainda voltou ao palco para fechar a festa, dessa vez para cantar clássicos dos Beatles. Com direito a participações de Dave Grohl e Bruce Springsteen.

A reta final da noite ainda teve shows de Taylor Swift e Katy Perry (de cabelo azul e cantando num palco em chamas), um dueto de Tony Bennett e Carrie Underwood e uma apresentação extravagante e teatral de Nicki Minaj.

No sábado (11), durante uma cerimônia especial, o Grammy prestou homenagem a grandes nomes da música mundial. Entre eles, estava o brasileiro Tom Jobim (1927-94), representado por sua mulher, Ana Jobim. Além do compositor, um dos maiores expoentes da música brasileira no exterior, também receberam prêmios especiais o poeta Gil Scott-Heron, a cantora Diana Ross, o grupo Allman Brothers, o cantor Glen Campbell e conjunto de metais The Memphis Horns.

Veja abaixo os vencedores das mais importantes entre as 78 categorias do Grammy 2012:

Gravação do ano: "Rolling in the Deep", Adele
Álbum do ano: "21", Adele
Canção do ano: "Rolling in the Deep", Adele
Revelação: Bon Iver
Melhor performance pop solo: "Someone Like You", Adele
Melhor performance pop dueto ou grupo: "Body and Soul", Tony Bennett e Amy Winehouse
Melhor álbum pop instrumental: "The Road from Memphis", Booker T. Jones
Melhor álbum pop vocal: "21", Adele
Melhor gravação eletrônica: "Scary Monsters and Nice Sprites", Skrillex

Melhor álbum eletrônico: "Scary Monsters and Nice Sprites", Skrillex
Melhor álbum pop tradicional: "Duets II", Tony Bennett
Melhor performance rock: "Walk", Foo Fighters
Melhor performance hard rock/metal: "White Limo", Foo Fighters
Melhor canção de rock: "Walk", Foo Fighters
Melhor álbum de rock: "Wasting Light", Foo Fighters
Melhor álbum alternativo: "Bon Iver, Bon Iver", Bon Iver
Melhor performance de R&B: "Is This Love", Corinne Bailey Rae
Melhor performance de R&B tradicional: "Foo for You", Cee Lo Green e Melanie Fiona

Melhor canção de R&B: "Foo for You", Cee Lo Green e Melanie Fiona
Melhor álbum de R&B: "F.A.M.E.", Chris Brown
Melhor performance de rap: "Otis", Kanye West e Jay Z
Melhor colaboração de rap: "All Of The Lights", Kanye West, Rihanna, Kid Cudi e Fergie
Melhor canção de rap: "All Of The Lights", Kanye West, Rihanna, Kid Cudi e Fergie
Melhor álbum de rap: "My Beautiful Dark Twisted Fantasy", Kanye West
Melhor performance country solo: "Mean", Taylor Swift
Melhor performance country duo ou grupo: "Barton Hollow", The Civil Wars
Melhor canção country: "Mean", Taylor Swift
Melhor álbum country: "Own the Night", Lady Antebellum

Melhor vídeo curto: "Rolling in the Deep", Adele
Melhor vídeo longo: "Back and Forth", Foo Fighters

null

    Leia tudo sobre: grammyadelewhitney houstonmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG