Ainda em luto por Chorão, fãs prestam homenagem a Champignon

Por Fernando Antonialli , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Mensagens são colocadas em frente ao IML e ao apartamento onde músico foi encontrado morto na madrugada desta segunda-feira (9)

Fãs do Charlie Brown Jr. prestaram homenagem a Champignon, ex-baixista da banda, encontrado morto na madrugada desta segunda-feira (9) em São Paulo. A polícia registrou o caso como suicídio.

A notícia abalou os fãs do Charlie Brown Jr., que ainda estavam em luto pela morte do vocalista, Chorão, em março deste ano, vítima de overdose. Muitos foram ao apartamento onde o corpo de Champignon foi encontrado, no Morumbi, para deixar cartazes e mensagem de apoio.

Movimentação de fãs em frente ao Instituto Médico Legal em São Paulo. Foto: Alex Falcão/Futura PressCartazes em frente à casa de Champignon em SP. Foto: Luiz Claudio Barbosa/Futura PressFãs de Champignon mostram cartaze em frente ao prédio onde ele morava. Foto:  Luiz Claudio Barbosa/Futura PressDanielle Suzin, fã de Champignon, mostra fotos aos jornalistas. Foto:  Luiz Claudio Barbosa/Futura PressCartaz é colocado no prédio onde o músico Champignon foi encontrado morto em SP. Foto: Luiz Claudio Barbosa/Futura Press

Um grupo também se dirigiu ao Instituto Médico Legal, para onde o corpo foi levado. Thiago Souza, 27 anos, foi ao local ainda durante a madrugada, após saber da notícia pelas redes sociais.

Fã do Charlie Brown desde 1997, quando a banda estourou, ele conseguiu conhecer integrantes do grupo, inclusive Champignon.

Mais sobre a morte de Champignon:
Polícia registra morte de Champignon como suicídio
Champignon é encontrado morto em São Paulo
"Perdi mais um irmão, diz Junior Lima; veja repercussão
Fotos: Relembre a trajetória de Champignon

Souza diz que "não teve coragem" de ouvir A Banca, grupo que os integrantes remanescentes do Charlie Brown Jr. formaram após a morte de Chorão.

"Nunca vi A Banca e nem vou ver", afirmou. "Ainda não engoli a morte do Chorão. Ele sempre vai ser um professor."

Trajetória

Luiz Carlos Leão Duarte Junior, como era batizado Champignon, formou o Charlie Brown Jr. com Chorão em 1992. Na época, era menor de idade e tinha de ter autorização para fazer shows.

A banda lançou nove discos de estúdio e teve diversas formações - Chorão foi o único a integrar todas elas. O sucesso veio em 1997, com o lançamento do álbum "Transpiração Contínua Prolongada". Canções como "Proibida Pra Mim (Grazon)", "Tudo o que ela Gosta de Escutar", "Gimme o Anel" e "O Coro Vai Comê!" caíram no gosto do público, principalmente o jovem, e fizeram com que o disco vendesse mais de 500 mil cópias.

Divulgação
Os integrantes do Charlie Brown Jr

A trajetória do Charlie Brown Jr. foi marcada por desentendimentos entre os integrantes. A mais grave ocorreu em 2005, quando Champignon, Marcão, Renato e Pelado deixaram o grupo alegando divergências musicais.

Em 2011, Champignon e o guitarrista Marcão voltaram a integrar o Charlie Brown Jr. Mas isso não significaria o fim das polêmicas. Em 2012, durante show em Apucarana (PR), Chorão deu uma bronca pública no baixista, dizendo que ele deveria "ficar muito grato" por ter sido aceito de volta após tê-lo acusado de roubar dinheiro do grupo.

Após ouvir a bronca calado, Champignon deixou o palco sob aplausos e gritos de "arregou". Dois dias depois, a banda divulgou um vídeo no qual Chorão se desculpou pelo ocorrido, dizendo que o problema estava resolvido. Em seguida, o baixista disse estar arrependido sobre o que falou do vocalista.

No tempo em que saiu do Charlie Brown Jr., Champignon participou de vários outros projetos. O mais famoso foi a banda Nove Mil Anjos, na qual tocou de 2008 a 2009. O grupo também contava com Junior Lima, Péricles Carpigiani e Peu Sousa, morto em maio deste ano.


Leia tudo sobre: morte de champignonchorãochampignonmúsicaigspa bancacharlie brown jr

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas