Data comemorativa surgiu em 1985, com o evento beneficente Live Aid

Black Sabbath
Getty Images
Black Sabbath

Neste 13 de julho comemora-se o Dia do Rock, data que passou a ser celebrada a partir de 1985, quando o evento beneficente Live Aid produziu shows simultâneos na Inglaterra e nos Estados Unidos para arrecadar fundos de combate à fome na África. 

Os shows foram transmitidos para vários países e, desde então, o dia é celebrado anualmente. Alguns nomes que participaram da edição de 1985 foram The Who, Led Zeppelin, Dire Straits, Queen, David Bowie, B. B. King, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney e Eric Clapton.

O Black Sabbath - em atividade desde 1968 - também participou do primeiro Live Aid e, até hoje, a banda é um dos mais emblemáticos "dinossauros do rock". Integrantes da formação original, Ozzy Osbourne (vocal), Tony Iommi (guitarra) e Geezer Butler (baixo) se reuniram neste ano e lançaram o disco "13".

O grupo segue em longa turnê mundial que vai passar pelo Brasil - a banda se apresenta em Porto Alegre (9 de outubro), São Paulo (11/10) e Rio de Janeiro (13/10), com ingressos já esgotados. O grupo Megadeth, outra banda "jurássica" (foi fundada em 1983), fará a abertura dos shows.

O disco "13" é o primeiro do Black Sabbath com Ozzy em 35 anos. O álbum não conta com o baterista original Bill Ward, que tem um longo histórico de "entrar e sair da banda". Quem esteve nas gravações foi o baterista Brad Wilk (Rage Against the Machine). Tommy Clufetos, baterista da carreira solo de Ozzy, acompanha a turnê.

Veja abaixo imagens de 20 dinossauros do rock:

Black Sabbath e o nascimento do heavy metal

Criado no final dos anos 1960 na Inglaterra, o Black Sabbath teve influência decisiva para o heavy metal que seria desenvolvido nos anos seguintes.

O grupo surgiu da mistura até então inédita de elementos de rock com o blues feito nos anos 1960, contrariando o que existia sonoramente com bandas de rock "tradicional", como Beatles e Rolling Stones.

Com músicas de andamento mais lento, contrabaixo marcante em contraste com os solos de guitarra e os vocais densos de Ozzy Osbourne, o Black Sabbath abriu novas possibilidades para o rock e influenciou gerações.

Seus discos mais simbólicos são "Black Sabbath" (1970), "Paranoid" (1970) e "Master of Reality" (1971), que tiveram contribuição direta no desenvolvimento do heavy metal.

Entre as idas e vindas de seus integrantes - o guitarrista Tony Iommi foi o único a ter permanecido desde o começo -, o grupo retoma a estrada com o inédito "13", que é 19º disco de estúdio da banda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.