Lobão faz show pesado na abertura da Virada Cultural 2013

Por Thiago Ney , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cantor praticamente não falou durante a apresentação, mas manifestante que disparou laser contra o artista foi detido pela PM

Pesado, com guitarras altas. Assim foi o tom do show de Lobão, que abriu o palco São João da Virada Cultural 2013 pontualmente às 18h deste sábado (18). A apresentação começou com "Matou a Família e Foi ao Cinema", na qual fez um solo de guitarra de quase cinco minutos.

Leia também: Veja os destaques da Virada Cultural e imprima o roteiro

Lobão se apresenta na tarde deste sábado (18), nesta 9º Edição da Virada Cultural no Palco São João. Foto: Carlos Junior/Futura PressLobão se apresenta na tarde deste sábado (18), nesta 9º Edição da Virada Cultural no Palco São João. Foto: Carlos Junior/Futura PressLobão se apresenta na tarde deste sábado (18), nesta 9º Edição da Virada Cultural no Palco São João. Foto: Carlos Junior/Futura Press

Lobão também tirou o contorno pop de músicas como "Canos Silenciosos", "Bambino" e "Decadence Avec Elegance", optando por deixá-las bem sujas, com guitarras aacentuadas e vocais bem gritados.

O cantor levou ao palco uma boa quantidade de gente, que se amontoava desde a proximidade do  Largo do Arouche até a rua Aurora. A movimentação no centro, então, era grande, mas chegar ao local era fácil e não havia trânsito.

Autor do recente livro "Manifesto do Nada na Terra do Nunca", no qual dispara críticas a Dilma Roussef, ao PT, aos Racionais MC's e mais a um monte de gente que se coloca como "esquerdista" e/ou "progressista", Lobão ficou mudo durante o show. Praticamente não falou, a não ser para dedicar duas músicas a Cazuza (uma delas famosa na voz do próprio Cazuza, "Vida Louca Vida", penúltima da apresentação).

Mesmo com o não discurso, o Lobão "neo-conservador" causou reações do público. Um homem chegou a ser detido pela PM por disparar laser na direção do cantor. A reportagem do iG presenciou a polícia apreendendo o material do rapaz na parte de trás do palco. Ele protestava contra as posições de Lobão.

Ao final do show, sem discurso político, Lobão gritou duas vezes "Viva o rock and roll", com guitarra em punho. E deixou o palco.

Leia tudo sobre: virada culturalvirada cultural 2013lobãoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas