Lendário citarista Ravi Shankar morre aos 92 anos

Pai da cantora Norah Jones, músico indiano influenciou a carreira de Beatles e John Coltrane

iG São Paulo com Reuters | - Atualizada às

Getty Images
O músico indiano Ravi Shankar em 2011

O músico indiano Ravi Shankar morreu nesta terça (11) aos 92 anos, na cidade de San Diego, no sul da Califórnia. Conhecido pela popularização da música indiana a partir dos anos 1960, Shankar sofria com problemas respiratórios e cardíacos há um ano e foi submetido a uma cirurgia para substituição de uma válvula cardíaca na semana passada.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Embora seja um momento de sofrimento e tristeza, é também um momento para todos nós agradecermos e sermos gratos pela chance de tê-lo como parte de nossas vidas", disse a família. "Ele vai viver para sempre em nossos corações e em sua música."

Na Índia, o gabinete do primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh, postou uma mensagem no Twitter chamando Shankar de um "tesouro nacional e embaixador global do patrimônio cultural da Índia".

"Uma era morreu com a morte de... Ravi Shankar. A nação junta-se a mim para homenagear seu gênio insuperável, sua arte e sua humildade", acrescentou o primeiro-ministro indiano.

Pai da cantora Norah Jonas, Ravi Shankar é considerado um dos nomes mais importantes da world music. Entre os músicos que foram influenciados por ele destacam-se os Beatles, tendo em George Harrison um de seus maiores discípulos. Ao seu lado o guitarrista aprendeu a tocar cítara, utilizando o instrumento na faixa "Within You Without You", do disco "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", de 1967.

"Quando George virou meu estudante eu ganhei um novo público: os jovens", afirmou Shankar em entrevista à revista Rolling Stone. "E eles vieram como uma onda por causa do movimento hippie e seu interesse pela cultura indiana. Infelizmente tudo foi associado às drogas, álcool e o Kamasutra. Mas eu sempre lutei contra isso. Eu dizia a eles para me dar a chance de fazê-los viajar pela música apenas - o que realmente acontece. Acho que meu posicionamento foi importante e é por isso que eu estou aqui hoje".

Shankar também foi prfessor do músico John Coltrane, cuja influência sofrida foi tanta que batizou seu filho de Ravi.

Em sua carreira Shankar ganhou três prêmios Grammy. O músico realizou seu último show com sua outra filha Anoushka em 4 de novembro, em Long Beach, Califórnia. Na noite anterior à cirurgia, ele foi nomeado para um Grammy por seu álbum mais recente "The Living Room Sessions, Part 1."

Sua família disse que os planos para a cerimônia em memória ao citarista serão anunciados em outro momento e pediu que as doações sejam feitas para a Fundação de Ravi Shankar.

    Leia tudo sobre: Ravi ShankarGeorge Harrisonmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG