Escritor francês Patrick Modiano ganha o prêmio Nobel de Literatura 2014

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Real Academia Sueca de Ciências escolheu autor de 69 anos que "evocou os destinos humanos mais incompreensíveis"

O escritor francês Patrick Modiano, 69 anos, ganhou nesta quinta-feira (9) o prêmio Nobel de Literatura, atribuído pela Real Academia Sueca de Ciências, "pela arte da memória com a qual evocou os destinos humanos mais incompreensíveis e revelou a experiência [durante o período] da ocupação [da França durante a Segunda Guerra Mundial]".

Modiano é o 11º francês a ganhar o Nobel de Literatura, e o primeiro desde 2008, quando o prêmio foi para Jean-Marie Gustave Le Clézio.

AP
O escritor Patrick Modiano

Modiano nasceu em 30 de julho de 1945, em Boulogne-Billancourt, subúrbio de Paris, filho de um empresário judeu de origem italiana e uma atriz belga, que se conheceram durante a ocupação alemã.

Durante os estudos no Lycée Henri-IV, em Paris, teve como professor de geometria o escritor Raymond Queneau, que seria decisivo em sua trajetória por apresentá-lo à editora Gallimard ainda na juventude.

Siga o iG Cultura no Twitter

Seu primeiro livro, "La Place de L'Étoile", foi publicado em 1968. O trabalho de Modiano é centrado em temas como memória, esquecimento, identidade e culpa. A cidade de Paris está presente em vários de seus textos, que muitas vezes são baseados em eventos autobiográficos ou que aconteceram durante a ocupação alemã na França.

Anders Wiklund/AP
Livros de Patrick Modiano são exibidos pela Real Academia Sueca de Ciências após o anúncio do prêmio

Entre os livros de Modiano publicados no Brasil estão "Ronda da Noite", "Uma Rua de Roma", "Do Mais Longe do Esquecimento", "Meninos Valentes" e "Filomena Firmeza".

O autor também escreveu roteiros para cinema, como "Lacombe Lucien" (1974), parceria com Louis Malle. Modiano vive em Paris e raramente concede entrevistas.

Outros prêmios

A Real Academia Sueca entrega o prêmio Nobel anualmente. Neste ano, o de Medicina foi para o norte-americano John O’Keefe e um casal de noruegueses, May-Britt e Edvard Mosel, pelas descobertas sobre células que constituem sistema do cérebro e determinam a posição, uma espécie de "GPS interno".

O prêmio de Física foi para os cientistas japoneses Isamu Akasaki e Hiroshi Amano e o norte-americano Shuji Nakamura pela invenção do LED; e o de Química para os norte-americanos Eric Betzig e William Moerner e o alemão Stefan Hell, por melhorias na utilização do microscópio. O Nobel da Paz será anunciado na sexta-feira (10).

Veja a lista dos últimos ganhadores do Nobel de Literatura:

2013: Alice Munro (Canadá)
2012: Mo Yan (China)
2011: Tomas Tranströmer (Suécia)
2010: Mario Vargas Llosa (Peru)
2009: Herta Müller (Alemanha)
2008: Jean-Marie Gustave Le Clézio (França)
2007: Doris Lessing (Inglaterra)
2006: Orhan Pamuk (Turquia)
2005: Harold Pinter (Inglaterra)
2004: Elfriede Jelinek (Áustria)
2003: John M. Coetzee (África do Sul)

Com AP

Leia tudo sobre: nobelnobel de literaturaliteratura

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas