"Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" é escolhido para representar o Brasil no Oscar

Por Luísa Pécora , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Longa sobre adolescente cego e homossexual buscará indicação a melhor produção estrangeira; "É importante que esse filme tenha sido feito no Brasil", diz diretor Daniel Ribeiro

"Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" foi escolhido por uma comissão do Ministério da Cultura para ser o candidato do Brasil ao Oscar 2015 de filme estrangeiro. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (18) pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, que elogiou a "sensibilidade" do longa do diretor Daniel Ribeiro durante evento na Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

Crítica: “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” apresenta dilemas jovens com delicadeza

Cena de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'. Foto: DivulgaçãoCena de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'. Foto: DivulgaçãoCena de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'. Foto: ReproduçãoCena de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'. Foto: DivulgaçãoCena de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'. Foto: DivulgaçãoCena de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'. Foto: DivulgaçãoCena de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'. Foto: DivulgaçãoCena de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'. Foto: Divulgação

O candidato nacional será pré-indicado à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, que receberá sugestões de países de todo o mundo e revelará os cinco finalistas em 15 de janeiro. O Brasil não concorre ao Oscar de filme estrangeiro desde 1999, quando "Central do Brasil" perdeu a estatueta para o italiano "A Vida é Bela".

"Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" acompanha a busca por independência e a descoberta do amor por Leonardo, um adolescente cego e homossexual. O diretor Daniel Ribeiro recebeu a notícia na cidade de Sydney, na Austrália, onde participa do festival Queer Screen, dedicado a produções com temas LGBT.

"Estou muito feliz. É uma honra ser selecionado, ainda mais com um filme com esta temática, com um personagem gay e cego. É importante que um filme como esse esteja sendo feito no Brasil", disse o diretor, em entrevista por telefone ao iG.

Divulgação
O pôster internacional de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho'

Segundo Ribeiro, a distribuidora Strand, responsável pelo lançamento nos Estados Unidos, coordenará a campanha por uma indicação ao Oscar de filme estrangeiro. "Eles têm muita experiência e estamos animados por termos uma distribuidora que sabe o que está fazendo", diz. "Estamos em boas mãos".

Siga o iG Cultura no Twitter

Por enquanto, Ribeiro acredita que a pré-indicação brasileira já pode dar "sobrevida" ao filme, que estreou em abril e saiu de cartaz no Brasil. "Acho que vamos aparecer um pouco de novo", afirma.

Ele não sabe avaliar, porém, o que a indicação significa para a própria carreira - "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" é seu primeiro longa-metragem.

"Não tenho ideia porque tudo é muito novo, mesmo fazer o filme, distribuir...A gente está descobrindo. Não calculo muito, vou só tentando ver o que acontece."

Outros concorrentes

No total, dezoito filmes concorreram à indicação brasileira, entre eles "O Lobo Atrás da Porta", "O Menino e o Mundo", "Praia do Futuro" e "Tatuagem".

Só há dois requisitos fundamentais para o filme concorrer à indicação brasileira: ter sido exibido primeiro no País e ter ficado pelo menos uma semana em cartaz, em sala do circuito comercial brasileiro, entre 1º de outubro de 2013 e 30 de setembro de 2014.

A inscrição é feita por meio de um requerimento, entregue ao Ministério da Cultura junto a cópias do filme em DVD.

A comissão julgadora neste ano foi formada pelo diretor Jeferson De; o jornalista Luis Erlanger, a coordenadora-geral de Desenvolvimento Sustentável do Audiovisual da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, Sylvia Regina Bahiense Naves; o presidente do conselho da Televisão América Latina (TAL), Orlando de Salles Senna; e o ministro do Departamento Cultural do Ministério das Relações Exteriores, George Torquato Firmeza.

A cerimônia do Oscar será realizada em 22 de fevereiro de 2015.

Leia tudo sobre: oscarcinemaoscar 2015cinema brasileiroigay

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas