Cine Ceará 2012 terá sete filmes inéditos na mostra competitiva

Nove longas latinos disputam o Troféu Mucuripe, entre eles o brasileiro "Febre do Rato" e o chileno "Violeta se Fue a los Cielos"

iG São Paulo |

Divulgação
O filme chileno "Violeta Foi ao Céu", sobre a vida da cantora Violeta Parra
O Cine Ceará 2012, festival íbero-americano de cinema que acontece entre 1º e 8 de junho em Fortaleza, terá nove longa-metragens de diversos países latinos em sua mostra competitiva. Destes, sete serão exibidos pela primeira vez no país, como o documentário brasileiro “Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now”, dirigido por Ninho Morais, com Alice Braga no elenco, e o chileno “Violeta se Fue a los Cielos” , do diretor Andrés Wood (“Machuca”), premiado em Sundance.

Siga o iG Cultura no Twitter

O brasileiro "Febre do Rato" , de Cláudio Assis, vencedor de oito prêmios no Festival de Paulínia no ano passado , também está na briga pelo troféu Mucuripe.

A mostra competitiva, que premia os filmes com o Troféu Mucuripe, apresentará entre os concorrentes – vindos da Argentina, Equador, Guatemala, México, Espanha, Chile e Brasil – quatro longas dirigidos por mulheres.

“Essa talvez seja a seleção mais diversificada desses 22 anos do Cine Ceará”, aponta Wolney Oliveira, diretor executivo do festival. "Mas eu destacaria, também, a presença feminina na direção, o que comprova a força delas na produção de títulos de qualidade."

Na competição de curtas-metragens, a disputa é totalmente nacional. Entre os 12 selecionados, há trabalhos do Rio de Janeiro, Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e São Paulo, que, com três filmes, traz o maior número de títulos.

Veja abaixo a lista de filmes na competição da 22ª edição do Cine Ceará, que vai homenagear o ator Marco Nanini.

Competição de longas-metragens
"Bertsolari", documentário de Asier Altuna (Espanha)
"Distancia" (Distância), ficção de Sergio Ramírez (Guatemala)
"En el Nombre de la Hija" (Em Nome da Filha), ficção de Tania Hermida (Equador)
"Febre do Rato", ficção de Cláudio Assis (Brasil)
"Fecha de Caducidad" (Data de Vencimento), ficção de Kenya Márquez (México)
"Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now!", documentário de Ninho Morais (Brasil)
"Rânia", ficção de Roberta Marques (Brasil)
"Un amor" (Um Amor), ficção de Paula Hernández (Argentina)
"Violeta se Fue a los Cielos" (Violeta foi para o céu), ficção de Andrés Wood (Chile)

Competição de curtas-metragens
"A Galinha que Burlou o Sistema", de Quico Meirelles
"Dia Estrelado", de Nara Normande
"Disque Quilombola", de David Reeks
"Dizem que os Cães Veem Coisas", de Guto Parente
"Lambari", de Márcio Soares
"Os Lados da Rua", de Diego Zon
"Os Mortos-Vivos", de Anita Rocha da Silveira
"Querença", de Iziane Filgueiras Mascarenhas
"Realejo", de Marcus Vinicius Vasconcelos
"Santas", de Roberval Duarte
"Século", de Marcos Pimentel
"Três Vezes por Semana", de Cristiane Reque

    Leia tudo sobre: cine cearácinema brasileirofestival

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG