Brian Eno rejeita volta da banda Roxy Music: "Seria embaraçoso"

Artista inglês está no Rio de Janeiro para fazer instalação com mais de 77 milhões de pinturas digitais, neste final de semana, nos Arcos da Lapa

Luisa Girão - iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Luisa Girão
Brian Eno no Rio de Janeiro

Nos anos 1970, ele foi um dos precursores do glam rock com a banda Roxy Music. Produziu discos de U2 e David Bowie. Foi responsável pela criação da inusitada música de elevador e agora se prepara para projetar mais de 77 milhões de pinturas digitais sobre os Arcos da Lapa, no Centro do Rio. Brian Eno é um artista à frente do seu tempo.

“Nunca estudei música. Fiz faculdade de artes plásticas e, mesmo seguindo pelo caminho musical, nunca parei de ser um artista visual”, disse o inglês, nesta quarta-feira (17), no Sheraton São Conrado, na Zona Sul do Rio.

Siga o iG Cultura no Twitter

A instalação de Eno faz parte da mostra “OiR- Outras Ideias para o Rio”, que acontecerá de sexta-feira a domingo, às 21h, na Lapa. “Minhas obras nunca se repetem e são equações dinâmicas feitas para cada local que me apresento. Nessa instalação, por exemplo, que é em uma praça pública, vou usar os sons urbanos – como buzina e o barulho de avião – para fazer música. Quero que elas soem como pinturas”, explicou. Enoi fará apresentações de três horas, segmentadas em 15 paisagens musicais através do aplicativo Scape, que criou para o iTunes.

Leia também: Obras de arte são espalhadas por paisagens do Rio de Janeiro

Eno ainda descartou uma possível volta da banda Roxy Music, que tinha como vocalista Bryan Ferry. “Seria como enfiar unhas quentes em minhas bolas. Mal posso suportar a ideia de uma turnê de reunião. Bem, talvez quando eu estiver com 93 anos e não ocorrer mais nenhuma ideia. Sou amigo de todos aqueles caras, mas odeio a ideia de uma volta. Seria embaraçoso”, disse ele, que lancará novo disco solo em novembro. “Lux é um single de 75 minutos dividido em 12 seções. É o trabalho mais clássico que já fiz”.

Mulheres e Miss Bum Bum

Durante a entrevista, o artista afirmou ser apaixonado pelo Rio de Janeiro e pelas mulheres . “O Rio é provavelmente uma das melhores cidades do mundo. Continuo me perguntando por que não moro aqui, mas amo Londres”, disse Eno, que ainda brincou: “Fico aqui até segunda-feira, podem me chamar para ser jurado do miss bumbum. Não entendo por que não me chamam para participar de um trabalho tão sério”.

Eno também lembrou do tempo em que era símbolo sexual do glam rock. “Éramos um pouco à frente do nosso tempo na questão de misturar o feminino e masculino. Era muito divertido porque as mulheres mais interessantes acabam saindo com os caras mais femininos. Era um truque que a maioria dos homens não conhecia”, diverte-se.

    Leia tudo sobre: brian enoroxy music

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG