Tamanho do texto

Operação de resgate da baleia "Juju", como ficou conhecida, contou com bombeiros, guarda marítima, biólogos e apoio de moradores da região

Um mutirão que envolveu cerca de 30 pessoas conseguiu devolver ao mar uma baleia jubarte que encalhou na noite de sábado (21) na Praia Grande, em Arraial do Cabo (RJ). A operação para a liberação do animal, de cerca de 7 metros de comprimento e peso estimado em 4 toneladas, começou na madrugada deste domingo (22) e terminou por volta das 15h.

Leia também: Aluno baleado por outro em escola de Goiânia chega em casa após alta de hospital

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a operação contou com a ajuda de agentes da corporação, da Guarda Marítima Ambiental e da Defesa Civil, além de um grupo de biólogos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e moradores da região. O mutirão também utilizou uma retroescavadeira para cavar um buraco na areia, a fim de que a baleia pudesse continuar recebendo água no mar.

Baleia ficou encalhada em praia de Arraial do Cabo na noite de sábado (22)
Divulgação
Baleia ficou encalhada em praia de Arraial do Cabo na noite de sábado (22)

Leia também: Ataque a tiros em festa deixa pelo menos dois mortos e 28 feridos em Gravataí

Um cinturão foi formado ao redor da operação para que os banhistas se mantivessem uma distância mínima e os trabalhos pudessem continuar. Durante as ações, os socorristas pediram que as pessoas que estavam no local evitassem realizar filmagens com flash para a baleia, que ganhou o apelido de "Juju", não se estressasse. Em sua página no Facebook, a prefeitura da Arraial do Cabo destacou a dedicação das pessoas que atuaram na operação de desencalhe e compartilhou vídeos do momento do resgate.

Esta não é a primeira vez que uma baleia encalha em uma praia Rio de Janeiro. Somente na última semana de agosto deste ano, três animais jovens da espécie jubarte, de cerca de um ano de vida, encalharem em pontos diferentes do litoral fluminense. A primeira delas, na Praia Rasa, em Búzios, na região dos Lagos. A segunda encalhou na Baía de Sepetiba, na zona oeste do Rio. A terceira foi encontrada na Praia do Sul, na Ilha Grande, litoral sul do estado.

Confira o momento do resgate:


Leia também: Senado discute regulamentação de aplicativos de transporte nesta semana

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.