Lançamento da Soyuz à Estação Espacial deverá ser adiado

Nave apresentou problemas durante testes de segurança. Lançamento estava previsto para o fim de março

EFE |

O lançamento da nave tripulada russa Soyuz TMA-04M com destino à Estação Espacial Internacional (ISS), prevista para o próximo dia 30 de março, possivelmente será adiada até o final de abril, ou início de maio, antecipou nesta sexta-feira (26) uma fonte da agência espacial russa.

O motivo deste adiamento, que não foi confirmado de maneira oficial, estaria relacionado com os problemas apresentados na nave durante os testes de segurança, disse um diretor da indústria espacial russa à agência "Interfax".

"Ao ser submetida a prova de hermetismo do módulo de descenso, o revestimento da Soyuz sofreu uma ruptura, pelo qual já não serve para um voo tripulado", explicou a fonte, que acrescentou que não há tempo para preparar outro módulo de descenso até a data prevista para o lançamento.

Leia mais:
Arianespace prepara 13 lançamentos de foguetes para este ano
Foguete russo Soyuz decola da Guiana Francesa
Primeira sonda europeia com destino a Mercúrio será lançada em julho de 2014

"Não temos nenhuma informação sobre adiamentos", disse à Agência Efe Alexei Kuzneetsov, porta-voz da Roscosmos, a agência espacial russa.

A bordo da Soyuz TMA-04M viajarão à ISS os cosmonautas russos Gennady Padalka e Sergei Revin e o astronauta americano Joseph Acaba, integrantes da 31º expedição da missão permanente na plataforma orbital.

    Leia tudo sobre: soyuzespaçoiss

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG