Estudo revela mecanismo dos reflexos das articulações humanas

Cientistas descobrem que neurônios reagem de forma quase instantânea para controlar os movimentos do corpo humano

EFE |

Getty Images
Imagem de raio-x de mão e pulso: sofisticação nas articulações é acompanhada por velocidade de resposta dos neurônios
Um estudo em humanos e macacos identificou neurônios que reagem entre si de forma quase instantânea como os responsáveis por controlar o movimento das articulações, segundo um artigo publicado nesta quarta-feira (28) na revista Nature.

O estudo mostra que em animais com múltiplas articulações, como os mamíferos, um dos problemas mais complexos para os cientistas é como interpretar corretamente todos os impulsos sensoriais que produzem a grande quantidade de combinações de movimentos geradas pelas extremidades destes animais.

Leia outras descobertas sobre neurônios:
Motivo do fracasso no regime está nos neurônios

Identificadas regiões do cérebro que respondem ao medo
Cientistas encontram grupo de neurônios ligados à agressividade

Até agora, as pesquisas existentes demonstravam que a produção dos movimentos rápidos e involuntários envolve um grau de sofisticação neural maior que nos movimentos voluntários.

Nesta nova pesquisa, o professor Stephen Scott da Universidade de Queen (Canadá) afirma que tanto os macacos como os humanos movimentam os cotovelos e os ombros enviando ordens motoras para o cérebro que produzem respostas em 50 milisegundos (500 vezes menos que um segundo).

Através de estímulos magnéticos transcraniais, os cientistas estabeleceram a causa pela qual o córtex motor primário gera de maneira quase instantânea o movimento das articulações durante a geração dos reflexos humanos.

    Leia tudo sobre: articulaçõesanatomianeurociência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG