Tamanho do texto

De acordo com a Nasa, o asteroide 2017 VR12 não apresenta riscos à humanidade e não voltará a passar próximo do planeta por mais de 177 anos

Asteroide do tamanho do Empire State Building, é conhecido como 2017 VR12 e foi classificado  pela Nasa como “perigoso
Reprodução/Shutterstock
Asteroide do tamanho do Empire State Building, é conhecido como 2017 VR12 e foi classificado pela Nasa como “perigoso"

De acordo com a Agência Espacial Norte-Americana ( Nasa ), um grande asteroide está vindo em direção à Terra a uma velocidade de aproximadamente 80 mil quilômetros por hora (km/h). O corpo rochoso do tamanho do Empire State Building, de 381 metros, é conhecido como 2017 VR12 e foi designado pelos astrônomos como “perigoso, apesar de não apresentar riscos de colisão”.

L eia também: O que existia antes do Big Bang? Stephen Hawking diz ter desvendado mistério

O asteroide passará a uma distância de 111.400 quilômetros da Terra, o equivalente a três vezes à encontrada entre nosso planeta e a Lua. Ele será observado por volta das 5h, no horário de Brasília, podendo ainda ser acompanhado por uma transmissão realizada nas redes sociais do Observatório de Tenagra, localizado no Arizona, como parte do Projeto Telescópio Virtual, que está o monitorando desde segunda-feira (5).

Estudos futuros e busca de informações

O 2017 VR12  foi registrado pelo Observatório de Tenegra, localizado no Arizona, EUA, no dia 5 de março deste ano
Reprodução/Observatório de Tenagra
O 2017 VR12 foi registrado pelo Observatório de Tenegra, localizado no Arizona, EUA, no dia 5 de março deste ano

Segundo a Nasa, todos podem ficar despreocupados, pois as chances de colisão com a Terra são extremamente baixas. Para os cientistas, a passagem do fenômeno é importante e aguardada por conta do mistério que o cerca, já que informações relevantes ainda não foram levantadas, o que tem dificultado as definições de suas características físicas. A equipe ainda espera utilizar os dados para outros estudos e até mesmo missões futuras.  

Leia também: Milhares de estrelas do mar e outros animais morrem após onda de frio na Europa

Vale mencionar que, recentemente, muitos desses estudiosos entraram em um embate acerca do tamanho do asteroide, também devido à falta de informações concretas sobre ele. Após a elaboração de uma pesquisa, acreditava-se que o corpo rochoso era maior do que o palácio de Buckingham, na Inglaterra, com quase 500 metros de largura. Entretanto, as estimativas passaram a cair, chegando a atuais 300 metros, ainda o classificando como uma rocha de tamanho mediano.

Leia também: Sistema Solar pode abrigar formas de vida alienígena em Saturno, diz novo estudo

A Nasa expôs que o 2017 VR12 foi visto pela primeira vez em 10 de novembro do ano passado, sendo registrado com a ajuda do telescópio Pan-STARRS 1, no Havaí. Os cientistas alegaram que, após essa breve passagem, provavelmente, o asteroide não seja visto pela superfície terrestre por pelo menos 177 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.