Trabalho dos cientistas consiste em decifrar quais são as engrenagens moleculares do chamado relógio interno do corpo humano; entenda

Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young são os vencedores de 2017 do Nobel de Medicina
Divulgação/Prêmio Nobel
Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young são os vencedores de 2017 do Nobel de Medicina

Três cientistas norte-americanos venceram, nesta segunda-feira (2), o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia de 2017. Os nomes dos vencedores foram escolhidos pelo Instituto Karolinska, na Suécia. 

Leia também: Apenas 13% dos Nobel da Paz são mulheres; conheça cada uma delas

Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young levaram o Nobel de Medicina por suas descobertas sobre os mecanismos moleculares que controlam o ritmo circadiano.

A palavra circadiano vem do latim e é relativo à duração de um dia ou de cerca de 24 horas. Os ritmos circadianos têm origem evolutiva que remonta as células mais primitivas.

Na prática, essas células permitem que as células –e os organismos que formam– tenham um comportamento otimizado dependendo da hora do dia.

O trabalho dos americanos foi decifrar quais são as engrenagens moleculares do chamado relógio interno. O ritmo se adapta à fisiologia da pessoa, influenciando no sono, comportamento, níveis hormonais e temperatura corporal. Ele também é chamado de ciclo vigília-sono.

De acordo com o Instituto Karolinska, os pesquisadores perceberam que existe um processo de retroalimentação que configura tal relógio.

Leia também: Jovem professor brasileiro concorre a prêmio considerado o "Nobel da educação"

"Desde as descobertas seminais dos três laureados, a biologia circadiana se desenvolveu em um vasto e altamente dinâmico campo de pesquisas, com complicações para nossa saúde e bem estar", declarou o comitê do Nobel . "Suas descobertas explicam como as plantas, animais e humanos adaptam seus ritmos biológicos de forma a sincronizar com as revoluções da Terra", afirmou.

A premiação do trio americano será feita efetivamente no mês de dezembro deste ano.

Prêmios Nobel

Entre as descobertas premiadas nos últimos anos estão a descoberta da estrutura do DNA por James Watson, Francis Crick e Maurice Wilkins (1962), a da penicilina por Fleming e outros (1945), a do ciclo do ácido cítrico por Hans Krebs (1953), e a da estrutura do sistema nervoso por Camillo Golgi e Santiago Ramón y Cajal (1906).

O prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia é o primeiro se uma série nesta temporada de 2017. Ainda nesta semana serão anunciados oficialmente os vencedores dos prêmios de física, química e da paz. Os prêmios na área de física e química serão anunciados, respectivamente, na terça-feira (3) e na quarta (4). Os dois são distribuídos pela Academia Real Sueca de Ciências.

Leia também: Presidente da Colômbia recebe Nobel da Paz: "Um presente dos céus"

* Com informações da Agência Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.