Nova molécula abre caminho para tratamentos contra câncer

Substância impede movimento e multiplicação das células cancerígenas, em especial as resistentes a tratamentos tradicionais de quimioterapia, disseram pesquisadores franceses

EFE |

EFE

Uma nova molécula anticancerígena e antimetástase que abre caminhos para novos tratamentos alternativos contra o câncer acaba de ser descoberta por uma equipe internacional de pesquisadores.

A molécula, batizada de "Liminib", impede o movimento e a multiplicação das células cancerígenas, em particular as resistentes a tratamentos de quimioterapia, explicou nesta terça-feira (28) o Centro Nacional de Pesquisa Científica da França (CNRS) em comunicado.

A principal característica da "Liminib", resultado de uma década de trabalho e testes em mais de 30 mil moléculas, é sua capacidade de inibir a enzima quinase, cuja presença excessiva favorece a multiplicação das células e propagação do câncer.

Leia também:
Ansiedade acelera progresso do câncer
Cães identificam câncer de intestino em fase inicial
Células-tronco cancerosas podem conduzir o crescimento de tumores

Esta enzima regula a dinâmica do esqueleto interno da célula, formado por uma rede de fibras cujos filamentos permitem ela se movimentar e reproduzir. 


A molécula "Liminib" estabiliza e bloqueia essa rede de fibras, impedindo que sua multiplicação. Os resultados de um estudo piloto, realizado em ratos, são "encorajadores", segundo o CNRS, que participou da pesquisa junto a outras instituições francesas e cientistas da Austrália e do Reino Unido.

No estudo, ficou constatado que a nova descoberta "não tem apenas boa eficácia, mas que os animais tratados apresentaram boa tolêrância à substância". 

    Leia tudo sobre: câncertratamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG