Unicef corrige dado sobre adolescentes fora da escola

Porcentagem de adolescentes entre 15 e 17 anos fora da escola é de 14,8%; dado apresentado no relatório era 20%

iG São Paulo |

O Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) errou a porcentagem de adolescentes entre 15 e 17 anos fora da escola, em seu relatório Situação da Adolescência Brasileira 2011. No site da Unicef, uma nota de esclarecimento informando que “o percentual de adolescentes entre 15 e 17 anos fora da escola foi apresentado como 20%, quando o dado correto é 14,8%”.

Relatório

Segundo o relatório, o percentual de adolescentes brasileiros de 12 a 17 anos que vivem em famílias de extrema pobreza (até um quarto de salário mínimo per capita) cresceu entre 2004 e 2009, passando de 16,3% para 17,6% , que representa 3,7 milhões de garotas e garotos. No mesmo período, a situação de extrema pobreza da população em geral caiu de 12,4% para 11,9%. Ou seja, a pobreza recua na população brasileira em geral, mas cresce entre seus meninos e meninas.

O levantamento ainda aborda outro tema importante sobre as condições dos adolescentes do País: a exploração do trabalho. Dos 4,3 milhões de brasileiros com idades entre 5 e 17 anos que exercem algum tipo de atividade laboral, 77% – ou 3,3 milhões – são adolescentes de 14 a 17 anos de idade. A legislação brasileira proíbe o trabalho formal até os 16 anos, exceto como aprendiz a partir dos 14 anos.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG