53 motoristas são presos por embriaguez em São Paulo

No primeiro fim de semana da fiscalização da lei seca com horário ampliado, 2.523 motoristas são submetidos ao teste do bafômetro

AE |

selo

Cinquenta e três pessoas foram presas por embriaguez ao volante, em São Paulo, no primeiro dia da operação direção segura com horário ampliado . A ação foi realizada entre 19h da última sexta-feira (21) e 6h de sábado (22) em diversos pontos da cidade.

No total, 2.523 motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro nos 28 pontos de bloqueios. Segundo a Polícia Militar, 33 pessoas se recusaram a realizar o teste. Foram aplicadas 157 autos de infração e 29 veículos foram apreendidos.

Leia também: Juristas querem mais punição para quem dirige bêbado

A Polícia Militar ampliou os horários de fiscalização da lei seca na capital paulista devido ao alto índice de acidentes envolvendo motoristas embriagados. Antes, as fiscalizações terminavam às 4h.

A ampliação no horário da blitze não impediu um grave acidente na pista expressa da Marginal do Pinheiros, na manhã de sábado (22) . Dois garis morreram atropelados por uma motorista embriagado, no acesso à Ponte Ary Torres. Outra pessoa também ficou ferida e está internada no Hospital Santa Marcelina. O gerente de banco Fernando Mirabelli, de 32 anos, foi preso em flagrante depois do acidente.

No ano passado, 156 mil motoristas fizeram o teste do bafômetro nas ruas da capital. De janeiro de 2011 até o último final de semana, 170 mil condutores foram parados nas blitze da PM. Destas, 2,7 mil estavam embriagadas.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG