PM e sem-teto se enfrentam durante reintegração no centro de São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Durante o confronto, dois policiais ficaram feridos e outras três pessoas passaram mal. Grupo colocou fogo em um ônibus

Uma reintegração de posse terminou em confronto entre Policiais Militares e moradores sem teto, na Avenida São João, na região central da capital paulista. Cerca de 200 famílias ocupavam o edifício de 20 andares.

Em frente ao Teatro Municipal, um grupo de manifestantes ateou fogo em um ônibus biarticulado e a 500 metros do local, na Rua Xavier de Toledo, próximo à estação Anhangabaú, do Metrô, foram destruídas três guaritas da São Paulo Transportes (SPTrans), além de um telefone público e várias lixeiras. Grupos de vândalos também tentaram arrombar lojas para fazer saques.

Segundo o comandante da operação, Glauco Silva, dois policiais feridos e uma grávida foram encaminhados para a Santa Casa. Ao todo, 70 pessoas foram levadas para a 3ª Delegacia de Polícia da região central.

Para tentar conter os manifestantes, os policiais usaram bombas de efeito moral e balas de borracha. Uma mulher, integrante do movimento de moradores sem teto, tentou furar o bloqueio dos policiais e, a partir daí, a Tropa de Choque reagiu, reiniciando os disparos de bombas. Ao menos, 200 oficiais participaram da operação.

Uma das integrantes do movimento, Shirley Santana, de 35 anos, disse que estava no interior do prédio quando a polícia chegou e atirou bombas pela janela. “As pessoas resistem porque elas não têm para onde ir”, acrescentou.


PM e sem-teto se enfrentam durante reintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura PressPM e sem-teto se enfrentam em SP. Foto: Futura Press
PM e sem-teto se enfrentam durante reintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura Press
PM e sem-teto se enfrentam durante reintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura Press
PM e sem-teto se enfrentam durante reintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura Press
PM e sem-teto se enfrentam durante reintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura PressReintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura PressReintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura PressReintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura PressReintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura PressReintegração no centro de São Paulo. Foto: Futura Press

A Secretaria Municipal de Habitação ofereceu aos sem-teto vagas em um alojamento na região da Sé, na Avenida Tiradentes.

Decisão da justiça

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a juíza Maria Fernanda Belli, da 25ª Vara Cível do Foro Central, determinou a reintegração de posse do prédio, a pedido da empresa proprietária do imóvel, a Aquarius Hotel Limitada. A Justiça requisitou o apoio da Polícia Militar na desocupação. O edifício é ocupado, de acordo com nota da SSP, por 200 pessoas ligadas ao Movimento Sem Teto do Centro (MSTC).

De acordo com a secretaria, a reintegração estava prevista para ocorrer no dia 11 de junho, porém, na ocasião, foi cancelada porque não foram disponibilizados pela empresa proprietária do imóvel os meios necessários para a desocupação (caminhões e carregadores para o transporte dos pertences dos moradores).

A reintegração foi reagendada para o dia 27 de agosto. Porém, no dia, foi novamente suspensa porque os oficiais de Justiça avaliaram que o número de caminhões e transportadores ainda não era suficiente.


Trânsito

A Companhia de Engenharia de Tráfego informa que Avenida São João, entre o Largo do Paiçandu e Avenida Ipiranga estão totalmente fechadas. Cerca de 30 linhas de ônibus foram afetadas.

* Com Agência Brasil

Leia tudo sobre: iGSPReintegraçãocentro de São Paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas