São Paulo anuncia programa de emprego para dependentes químicos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Inicialmente, o programa oferecerá 40 vagas. Contrato terá duração de nove meses e prevê uma ajuda de custo mensal de R$ 395, vale transporte e vale refeição

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin anunciou, nesta terça-feira (25), que dependentes químicos, em tratamento, serão inclusos no Programa Emergencial de Auxílio Desemprego (Frente de Trabalho).

Em conjunto com a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania irá oferecer reinserção social aos interessados, com tratamento, trabalho e capacitação profissional. “O tratamento do dependente é essencial e precisa de acompanhamento", ressaltou Alckmin.

Inicialmente, o programa oferecerá 40 vagas. Os inscritos irão trabalhar nos prédios da Secretaria da Justiça, como auxiliares de serviços gerais e administrativos, ou no Centro de Referência de Álcool, Tabaco e outras Drogas (Cratod), oferecendo apoio a novos usuários em busca de tratamento.

O contrato da Frente de Trabalho terá duração de nove meses e prevê uma ajuda de custo mensal de R$ 395, vale transporte e vale refeição. Os dependentes irão trabalhar de segunda a quinta-feira, seis horas por dia, devendo dar continuidade ao tratamento. Nas sextas-feiras, deverão participar de curso de capacitação profissional.

Leia tudo sobre: empregodependentes químicosigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas