Após ser perseguido, comerciante é morto com pelo menos 15 tiros em Alphaville

Itane Cardoso Macedo, de 40 anos, foi abordado por dois criminosos em uma moto. Durante os disparos, ele abandonou carro e correu para uma academia, onde foi morto

iG São Paulo | - Atualizada às

Um comerciante foi morto a tiros na noite de segunda-feira (25) após ser perseguido pelas ruas de Alphaville, em Barueri, na Grande São Paulo. A vítima foi baleada quando tentava se abrigar em uma academia de ginástica e chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Americana (SP):  'Já tive alta e estou descansando', diz jovem esfaqueada pelo pai

HÉLIO TORCHI/AE/AE
Carro do comerciante foi encontrado com perfurações de tiros na alameda Grajaú, em Alphaville


Itane Cardoso Macedo, de 40 anos, estava em um Palio Weekend Adventure cinza quando passou a ser perseguido por criminosos. Dois homens, ocupando uma motocicleta, surgiram e começaram a atirar contra o motorista, que tentou fugir desesperadamente.

Na Alameda Grajaú, Macedo colidiu contra um veículo na altura do número 219 e abandonou o Palio. O motorista tentou se esconder no estacionamento na Academia Premium, mas os perseguidores invadiram o local e o feriram com pelo menos 15 tiros. Macedo foi levado para o Centro Médico Amil, em Alphaville, onde morreu.

Um dos disparos efetuados pelos bandidos atingiu o pé esquerdo de Aurélio Mauri Licursi, de 65 anos, que conseguiu correr para o interior da academia. Ele estava na rua no momento dos disparos. A Polícia Civil investigará o caso, mas acredita que se trata de execução. No veículo da vítima foi encontrada grande quantia em dólares e reais, os criminosos fugiram sem levar nada.

    Leia tudo sobre: execuçãocomerciante mortoalphaville

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG