'Tudo indica que fatores externos influenciaram', diz presidente do Crea

Agostinho Guerreiro, do Conselho no Rio de Janeiro, diz que órgão fará análises sobre causas do desabamentos de dois prédios

Thais Arbex, do Poder Online |

Arte iG
Mapa mostra local do desabamento
O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), Agostinho Guerreiro, disse que tudo indica que fatores externos influenciaram no desabamento dos três prédios, sendo um com dez andares, outro com 18 pavimentos e um sobrado com quatro andares , na Avenida Treze de Maio, no centro do Rio de Janeiro.

"Estou em contato com o nosso pessoal. Por enquanto, tudo indica que fatores externos afetaram as estruturas dos prédios", afirmou ele ao iG . Pessoas relataram ao Crea que estavam ocorrendo obras.

Na noite de quarta-feira (25), quatro fiscais do   Crea foram ao local do desabamento para avaliar as possíveis causas do acidente. Na manhã desta quinta-feira, mais cinco fiscais completarão a equipe. Guerreiro afirmou que também vai ao local do acidente.

Segundo Guerreiro, laudo laboratorial detalhado será elaborado para que causa seja descoberta. Ainda de acordo com ele, esse laudo levará  certo tempo para ser concluído.

"Não descartamos nenhuma hipótese. Faremos um exame mais apurado para saber se houve ou não explosão de gás. Algumas pessoas falam de cheiro de gás, outras não", afirmou.


    Leia tudo sobre: desabamentoprédiodesabamento de prédio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG