Thor acumulou 51 pontos na carteira nos últimos 18 meses, diz jornal

Infrações cometidas por filho de Eike Batista foram sempre por excesso de velocidade

iG Rio de Janeiro |

O filho do empresário Eike Batista, Thor Batista, acumulou 51 pontos em sua carteira de habilitação nos últimos 18 meses, de acordo com reportagem divulgada nesta segunda-feira (19) pelo Jornal Nacional, da TV Globo.

Leia também:

Filho de Eike diz que dirigia dentro da velocidade permitida

Thor Batista se envolve em acidente que provocou morte em rodovia do Rio

O jovem se envolveu em um acidente na noite do último sábado (17) na rodovia BR-040, na altura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O carro que Thor dirigia atropelou o ciclista Wanderson Pereira dos Santos, 30 anos, que morreu no local.

Segundo a reportagem, os números foram obtidos por meio um extrato do sistema de consultas de multa do Detran fluminense. De acordo com a matéria, Thor tirou a primeira habilitação em dezembro de 2009 e entrou, então, em período probatório, o que significa que não poderia cometer nenhuma infração nos 12 meses seguintes. Entre setembro e dezembro de 2010, Thor cometeu cinco infrações, todas por excesso de velocidade, somando 21 pontos, informou o Jornal Nacional.

Além disso, de acordo com a reportagem, só no ano passado, o jovem cometeu mais seis infrações e acumulou mais 19 pontos sendo que, nestes casos, não caberia mais nenhum tipo de recurso administrativo.

A matéria informou ainda que, de acordo com a lei, o filho de Eike Batista teria que perder o direito de dirigir e voltar para a auto-escola. No entanto, ele conseguiu retirar a carteira definitiva porque, ao fim do primeiro ano de habilitação, as cinco multas ainda não tinham entrado no sistema do Detran fluminense.

A assessoria do rapaz informou, segundo o Jornal Nacional, que Thor não sabia da existência desses pontos vinculados à carteira de habilitação dele. E que esse fato não tem ligação com o acidente.

A Polícia Civil do Rio informou ter aberto procedimento investigatório para apurar o fato. Será investigada a prática de homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

    Leia tudo sobre: acidentethor batistaeike batista

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG