PM investiga suposto esquema de propina em favela pacificada

Traficantes pagariam valores a policiais de UPP para que repressão ao comércio de drogas não fosse feita

iG Rio de Janeiro |

A Polícia Militar informou neste domingo (11) que um inquérito já em curso investiga possíveis irregularidades entre soldados lotados na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) dos morros da Coroa, Fallet e Fogueteiro, nos bairros do Rio Comprido, Catumbi e Santa Teresa, no Rio.

Reportagem divulgada hoje pelo jornal “O Dia” denuncia um esquema de propinas pagas com regularidade por traficantes a PMs dessa UPP para que os agentes não façam repressão ao comércio ilegal de drogas nessas comunidades ocupadas.

De acordo com a Polícia Militar, a sindicância que apura a suposta corrupção acontece sob sigilo de Justiça. Em nota, a corporação informou que, por enquanto, nenhum PM foi afastado porque a investigação ainda não foi concluída.

“A Polícia Militar atua em respeito à legislação em vigor e não vai admitir desvios de condutas de nenhum de seus integrantes”, informa o comunicado.

O esquema de propina abasteceria os agentes da UPP com valores que variam de R$ 400 a R$ 2 mil e no mês totalizam mais de R$ 53 mil. As quantias recebidas vão de acordo com a patente e a importância do soldado no policiamento.

Segundo a reportagem do jornal “O Dia”, 30 agentes da UPP estão sendo investigados. O número não é confirmado pela Polícia Militar.

Histórico

Na última segunda-feira (5), três PMs lotados na UPP dos morros da Coroa, Fallet e Fogueteiro foram presos portando cerca de R$ 13 mil. Os agentes estavam em um carro e não souberam explicar a procedência do dinheiro, separado em envelopes.

Em junho, outros três policiais dessa UPP sofreram um ataque de traficantes do Morro da Coroa com o arremesso de uma granada. O artefato explodiu e um dos soldados teve uma perna amputada. Os agentes estavam investigando uma denúncia sobre venda de drogas.

De acordo com o jornal “O Dia”, o ataque ocorreu porque esses policiais não participavam do esquema de propina.

Neste sábado, um PM ficou ferido após um tiroteio com traficantes no Morro do Fallet . Agentes da UPP faziam uma ronda na região quando desconfiaram de um grupo de aproximadamente dez pessoas. Durante a abordagem, um dos suspeitos atirou contra os agentes. Houve perseguição, mas os criminosos conseguiram fugir.

O soldado ferido foi encaminhado para o Hospital Central da Polícia Militar. De acordo com a unidade, o paciente passou por uma cirurgia e não corre risco de morte. Seu quadro é considerado estável, mas ele corre risco de ficar paraplégico porque a bala teria atingido a coluna.

Fernando Quevedo/Agência O Globo
Agentes fizeram incursão nos morros do Fallet e do Fogueteiro, em julho

    Leia tudo sobre: santa teresafogueteirofallet

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG