PF prende ex-comandante de UPP e mais dez pessoas em operação

Acusados receberiam propina de traficantes para não reprimir a venda de drogas na comunidade de São Carlos

iG Rio de Janeiro |

Divulgação
Ex-comandante da UPP do São Carlos é preso em operação
Onze pessoas foram presas, entre elas o ex-comandante da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do morro São Carlos, no Estácio, na região central do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (16).

A operação foi desencadeada por agentes da Polícia Federal e da subsecretaria de Inteligência do Estado.

Leia também : PM investiga suposto esquema de propina em comunidade pacificada

Segundo as investigações da Polícia Federal, o ex-comandante receberia dinheiro de traficantes da favela para facilitar a venda de drogas na região. 

Ainda não se sabe se os outras dez pessoas são policiais ou não. Ainda de acordo com a assessoria da Polícia Federal, outros 8 mandados de prisão devem ser cumpridos. 

A UPP do São Carlos foi inaugurada no dia 17 de maio de 2011, com um efetivo de 241 policiais responsáveis pelo policiamento nas comunidades do morro do São Carlos, Querosene, Mineira e Zinco, com um total de cerca de 17.150 moradores.

Em setembro de 2011, o comandante e o subcomandante da UPP dos morros da Coroa e Fallet/Fogueteiro foram afastados após denúncias de que receberiam propina para não reprimir o tráfico de drogas nas comunidades.

    Leia tudo sobre: UPPTRÁFICO DE DROGAS

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG