Após cirurgia, comandante-geral da PM ficará afastado por 30 dias

Coronel Mário Sérgio Duarte se recupera de uma operação para a retirada de nódulo

iG Rio de Janeiro |

Fabrizia Granatieri
O comandante-geral da Polícia Militar do Rio, coronel Mário Sérgio Brito Duarte
O comandante-geral da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel Mário Sérgio Brito Duarte, vai ficar afastado de suas funções por um período de 30 dias. Ele se recupera de uma cirurgia para a retirada de um nódulo na próstata.

O procedimento foi realizado nesta segunda-feira (26). De acordo com o comunicado enviado pela PM, a cirurgia foi bem sucedida e o comandante permanece internado com evolução médica satisfatória.

O início do período de afastamento de Mário Sérgio coincide com a exoneração do tenente-coronel Cláudio Luiz Oliveira do comando do 22º BPM (Maré). Ele é apontado como o mandante do assassinato da juíza Patrícia Acioli e está preso no Batalhão de Choque da PM.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG