Rebelião termina com três mortos em Manaus

Os presos liberaram os últimos cinco reféns em troca de revisão de processos, alimentação adequada, entre outros

Eduardo Asfora, iG Amazonas | 10/11/2010 19:55

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

A rebelião na Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus, terminou por volta das 16h45 (horário do Amazonas), com três detentos mortos, antes havia sido anunciada a morte de quatro pessoas. Os presos aceitaram liberar os últimos cinco reféns em troca de garantias. Eles entregaram uma carta ao Secretário Estadual de Justiça e Direitos Humanos, Lerio Lauria. Pouco antes, uma estagiária que era mantida refém foi libertada.

Na carta, os presos pedem que as autoridades tomem providências em relação à revisão de processos, alimentação adequada, superlotação, atendimento médico e infraestrutura. Os detentos queriam ainda a saída do diretor do presídio, reivindicação descartada pela Secretaria da Segurança, mas as outras reivindicações vão ser atendidas.

Remoção

 Os cinco reféns foram liberados logo após o acordo e encaminhados ao Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para avaliação. Por volta das cinco horas da tarde, peritos do Instituto Médico Legal (IML) entraram na cadeia para realizar a remoção dos três corpos.

O IML confirmou que foram três mortos e não quatro como foi noticiado a tarde toda.
 Os familiares emocionados acompanharam todo o processo. A Sejus informou que os detentos mortos na rebelião são: Fábio dos Remédios Martins, 25 anos; Valdemir de Souza Barros, 23 anos, e Rivelino Queiroz de Albuquerque, 37 anos. Os reféns liberados foram os assistentes sociais Valdemar Maximino, Maria Tereza, Joelma Cabral e Tatiana Silva, além dos dois estagiários Maria Consuelo Silva e Fábio Pereira. Eles foram encaminhados para unidades de saúde no centro de Manaus, mas passam bem e estão sem ferimentos

Agora, a Secretaria da Justiça vai investigar as causas da rebelião, mas há duas hipótese: a de que eles queriam melhorias na Cadeia Pública e uma disputa por controle do tráfico na capital do Amazonas.São 828 detentos na Cadeia Raimundo Vidal Pessoa.


 

 

Foto: AE

Presos no pátio da Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no centro de Manaus


 

    Notícias Relacionadas



    Previsão do Tempo

    CLIMATEMPO

    Previsão Completa

    • Hoje
    • Amanhã

    Trânsito Agora

    Ver de novo