Minas Gerais registra 8 mortos e 66 cidades em emergência por chuvas

Ouro Preto, na região central, e Guidoval, na zona da mata, registraram duas mortes cada nesta terça-feira

iG São Paulo |

A Defesa Civil de Minas Gerais atualizou para 8 o número de mortos em decorrência das chuvas que atingem os Estado desde outubro. As últimas mortes ocorreram nesta terça-feira e foram confirmados hoje (4) pelo orgão. Além dos dois taxistas de Ouro Preto , na região central de Minas Gerais, dois homens morreram na cidade de Guidoval, na zona da mata mineira. 

Previsão do tempo: Chuva em BH deve continuar nos próximos dias

Vai sair de casa? Veja como está o trânsito em Belo Horizonte

Segundo a Defesa Civil, João Paulo Coelho, de 81 anos, morreu dentro da sua residência, na zona rural de Guidoval, quando foi atingido pela elevação abrupta do rio. Já Genésio Cândido Martins Filho, de 42 anos, foi levado pela correnteza ao descer da árvore em que se encontrava abrigado com sua família.

Lúcia Sebe/Secom MG/Divulgação
Imagem aérea de Cataguases, uma das cidades debaixo d'água em Minas Gerais
Nesta quarta-feira, o Corpo de Bombeiros já havia encontrado o corpo do taxista Denílson Maciel Araújo, de 26 anos, em um segundo carro que ficou soterrado no desabamento de parte da rodoviária de Ouro Preto. Nesta terça-feira, os bombeiros resgataram o corpo do taxista Juliano Alves, 28 anos, que dormia dentro de seu carro quando foi surpreendido pelo deslizamento .

Ouro Preto: "É um desastre de proporção bíblica", diz prefeito

Estradas: Temporais prejudicam trânsito em seis rodovias em Minas Gerais

Problema com data marcada: "Eles serão menores, mas nós teremos prejuízo"

Janeiro de 2011: Enchentes e deslizamentos deixam 70 mil brasileiros sem casa

Desalojados no Rio: Chuva deixa 24,5 mil pessoas fora de suas casas

Segundo a Defesa Civil, pelo menos uma pessoa continua desaparecida na cidade de Santo Antônio do Rio Abaixo. Rita Vieria de Souza, de 74 anos, morava às margens do córrego dos Bambus e foi arrastada pelo rio no dia 30 de dezembro. Até o momento, segundo o órgão, 119 municípios já foram afetados pelas chuvas e outros 66 decretaram estado de emergência.

AE
Bombeiros retomam buscas na região da rodoviária de Ouro Preto nesta manhã de quarta-feira

Na terça-feira, a Prefeitura de Ponte Nova, a 180 quilômetros de Belo Horizonte, divulgou o vídeo de um homem sendo levado pela correnteza de um rio. Até o momento, Diego Tuler Vieira, de 27 anos, não foi contabilizado como desaparecido ou morto pela Defesa Civil.

Além disso, bombeiros de Minas Gerais procuram duas pessoas que desapareceram em Brumadinho, na Grande Belo Horizonte, após um acidente com um barco no Rio Paraopeba. Conforme informações preliminares da assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros do Estado, por volta de 16h um barco virou, segundo testemunhas, e duas pessoas foram levadas pelas águas. Também banhada pelo Rio Paraopeba, a cidade de Betim, outra da Grande Belo Horizonte, decretou situação de emergência nesta quarta-feira.

Durante a chuva na tarde desta quarta-feira, em Belo Horizonte, foram registradas 113 ocorrências pela Defesa Civil, sendo 30 delas acerca de infiltrações em imóveis e riscos de deslizamentos de encostas.Os problemas aconteceram nas regiões nordeste, oeste, centro-sul, além do Barreiro. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Belo Horizonte informou ao iG que ainda está levantando detalhes sobre as ocorrências.

Governador

Após visitar as áreas destruídas pelas chuvas nos últimos dias, o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB) , disse estar chocado com a situação e cuidando para que medidas emergenciais sejam tomadas a fim de minimizar o impacto dos estragos.

“Vim prestar solidariedade à população de Ouro Preto, em razão do falecimento dos dois motoristas de táxi aqui no terminal rodoviário. Só mesmo estando aqui para ver o que aconteceu. O prefeito tinha me dito, foi algo bastante grave e nós estamos aqui, de fato, chocados”, afirmou em entrevista a jornalistas na cidade de Ouro Preto, a 100 quilômetros de Belo Horizonte.

Além de Ouro Preto, Anastasia esteve em Guidoval, cidade a 290 quilômetros da capital, onde uma inundação deixou mais da metade da população de pouco mais de 7 mil habitantes desalojada. O governador também visitou outras cidades atingidas pelas chuvas como Ubá, Dona Euzébia e Muriaé, na região da Zona da Mata, próximas à cidade de Guidoval.

Situação de emergência

Até agora, 66 municípios mineiros em situação de emergência em razão das chuvas que atingem o Estado, incluindo a capital. Conforme balanço divulgado pela Defesa Civil de Minas Gerais, 119 cidades já foram afetadas pelas chuvas frequentes dos últimos meses. Minas possui 853 cidades. O total de desalojados no Estado ultrapassa o número de 9.800 e há 436 pessoas desabrigadas. Mais de 3.200 casas e 101 pontes foram danificadas. Outras 96 casas e 82 pontes foram destruídas.

A previsão é de que a chuva continue e haja queda de temperatura, em decorrência da chegada de uma frente fria. Há possibilidade de temporais no Triângulo Mineiro e na região Sul do Estado, no período da tarde, até hoje.

Veja fotos das cidades atingidas pelas chuvas no Estado

    Leia tudo sobre: chuvasestado de emergênciaouro pretoguidovalenchentes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG