Filha pega arma do pai policial e atira em vizinhos no Maranhão

Eles jogavam vôlei na frente da casa família e irritaram o pai, um capitão da PM. Criança de um ano e nove meses foi atingida

Wilson Lima, iG Maranhão |

Uma jovem de 22 anos, filha de um policial militar, foi presa na noite desta quarta-feira, em São Luís, suspeita de ter atirado em quatro pessoas, com revólver calibre 38. A arma pertence ao policial militar, mas a arma não estava registrado em nome da corporação. A polícia ainda não divulgou se a arma estava registrada no nome do policial.

Reprodução/TV Globo
Adriana dos Santos, à esquerda, disparou várias vezes contra as pessoas que jogavam vôlei na frente da sua casa
Leia também:  'Não tenha arma em casa', aconselha mãe de menino que se matou em SP

Segundo informações da Polícia Civil do Maranhão, Adriana Oliveira dos Santos se irritou com uma discussão entre o seu pai, o capitão da PM José Domingos Pires dos Santos, e pessoas que jogavam vôlei no Residencial Upaon Açu, no bairro do Maiobão, na região metropolitana da capital maranhense. Pelas informações da polícia, o capitão da PM estava alcoolizado e não queria que essa partida de vôlei com crianças e adolescentes fosse realizada nas proximidades de sua residência.

Revoltada com a discussão entre o pai e os jovens, Adriana Oliveira entrou em casa e pegou a arma do pai e disparou vários tiros. Das quatro pessoas que foram atingidas, duas continuam internadas em estado grave em São Luís. Inclusive uma criança de um ano e nove meses que estava acompanhando a partida ao lado da mãe.

A filha do policial militar não quis prestar depoimento à Polícia Civil do Maranhão, mas está na Penitenciaria Feminina. Ela responderá pelo crime de tentativa de homicídio. A Polícia Militar maranhense abriu procedimento administrativo para apurar a conduta do capitão envolvido e por qual motivo ele mantinha uma arma guardada em sua residência.

Continue lendo sobre o assunto:

- Relembre os crimes que chocaram o Brasil

- Análise: Quem tem coragem de dizer que armas são capazes de proteger?

- A Chacina do Realengo

    Leia tudo sobre: maranhãosão luísarma em casapolícia militar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG