Empresa recebe autuação por Toddynho alterado

Pepsico admitiu falha no envasamento. Laudos divulgados mostraram que pH do produto era alcalino como em produtos de limpeza

AE |

selo

A fábrica da PepsiCo em Guarulhos, na Grande São Paulo, foi autuada pela Vigilância Sanitária Estadual por produzir e colocar à venda produtos sem qualidade e segurança, expondo a saúde dos consumidores. 

Leia também: PepsiCo afirma que houve falha no caso Toddynho

Na última semana, a Vigilância de Porto Alegre apreendeu vários lotes do achocolatado Toddynho, produzido pela Pepsico, após algumas pessoas relatarem irritações e lesões da mucosa da boca depois de ingestão da bebida. Ao todo, 29 casos foram notificados em Porto Alegre e região metropolitana da capital do Rio Grande do Sul

AE
Achocolatado da Pepsico que apresentou problemas em unidades no Rio Grande do Sul
Um dos laudos analisados pelo Laboratório Central (Lacen) divulgado nesta quinta-feira mostra que em um dos lotes, entre os 13 recolhidos, o pH do produto era de 13,3, alcalino, equivalente ao de produtos de limpeza como soda cáustica e água sanitária, e considerado muito alto para alimentos, que tem valores próximos a 7. 

A equipe de inspeção da Vigilância de São Paulo concluiu que, embora a PepsiCo cumpra as normas de boas práticas de fabricação, houve falha pontual que envolveu um equipamento de esterilização da fábrica . Ainda segundo o relatório de inspeção, a empresa demonstrou por meio de documentos que possui sistema de rastreabilidade satisfatório, detectando que o produto foi distribuído equivocadamente para o Estado do Rio Grande do Sul e adotou as medidas necessárias para a correção do problema. 

A Vigilância Sanitária Estadual mantém a interdição cautelar do lote com problema. A Pepsico pode recorrer. Caso haja uma multa, o valor pode chegar a R$ 175 mil.

Médico à disposição

A PepsiCo informou que vai manter um médico à disposição dos consumidores que ingeriram o achocolatado e que apresentaram problemas de saúde. Além de recolher essas unidades, a PepsiCo, segundo nota, está acompanhando de perto a evolução dos casos.

Além de recolher essas unidades, a PepsiCo, segundo nota, está acompanhando de perto a evolução dos casos dos consumidores, atuando em conjunto com a Vigilância Sanitária. O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) do Rio Grande do Sul confirmou, ontem, que das 23 amostras do produto analisadas apenas aquelas com a numeração acima apresentam alteração. Todos os demais lotes, afirmou a PepsiCo, estão próprios para o consumo.

A empresa também diz que todos os demais sabores da linha Toddynho, assim como aqueles de numeração diversa da informada pela PepsiCo, estão próprias para o consumo. Em nota, a PepsiCo também afirma que a maioria das unidades do produto que estavam no mercado já foi recolhida. Os consumidores poderão entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor da Pepsico, pelo número 0800 703 2222.

    Leia tudo sobre: toddynhopepsicopH

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG