Bahia estampa fotos de desaparecidos em ônibus e contracheques de servidores

Estado registrou 260 sumiços desde março; no entanto, de acordo com delegada, há localização em cerca de 90% dos casos

João Paulo Gondim - iG Bahia | - Atualizada às

João Paulo Gondim
Valfredo e Maria Ivênia buscam informações sobre desaparecido

Há cerca de um mês, os irmãos Valfredo Liberato Pereira Santos, 66, e Maria Ivênia Pereira Santos, 58, têm um compromisso diário: tentar encontrar Tiago Pereira Santos, 28, filho de Maria Ivênia. Esquizofrênico, o rapaz está sumido desde o último 29 de julho. "Nós estamos nessa labuta em busca dele", afirmou o representante comercial. "Ele saiu para o mercado, como sempre ia, e não voltou mais", disse a mãe, professora.

Leia também:  Lançado há um ano, Cadastro de Desaparecidos nunca existiu

A família já fez ronda por hospitais e delegacias. Na última quarta-feira (29) estava na praça da Piedade, região central de Salvador, com um cartaz com a foto de Tiago para exibi-lo em um programa da televisão baiana.

Porém, uma iniciativa executada desde esta quinta-feira (30) pode dar um alento a parentes e amigos de gente que sumiu sem deixar rastros: 50 ônibus começaram a circulam com fotos de desaparecidos por Salvador e Lauro de Freitas, município da região metropolitana da capital. A intenção é que, até 5 de setembro, cerca de 100 coletivos prestem esse serviço nas ruas.

A medida vem de uma parceria entre a Polícia Civil, o Sindicato das Empresas de Publicidade Exterior da Bahia (Sepexba) e da Mídia Bus, empresa especializada em propaganda em ônibus. Ao todo, 61 retratos do acervo de pessoas cadastradas na Delegacias de Proteção à Pessoa (DPP) serão exibidas. Há duas fotos na parte traseira do carro e uma atrás do motorista.

João Paulo Gondim
Foto de Tiago Pereira Santos em ônibus nesta quinta-feira

"Até que enfim uma boa ideia. Eu a aprovo. É uma forma muito útil que temos de encontrar parentes desaparecidos", afirmou Valfredo.

"São essas pequenas ações coletivas que a gente consegue construir uma sociedade melhor. Queremos ajudar as pessoas que estão nesse sofrimento de ter familiares desaparecidos", afirmou Bruno Guimarães, presidente do Sepexba.

João Paulo Gondim
Fotos de desaparecidos na traseira de ônibus

De acordo com ele, não há prazo para os ônibus retirarem as fotos. Uma propaganda com fins comerciais, diz, fica um mês nos veículos. Guimarães declarou ainda que as empresas responsáveis por outdoors podem estampar tais fotos.

Além disso, os contracheques de 260 mil servidores públicos do Estado, sejam eles ativos, inativos e pensionistas, vão circular com as imagens, no verso, de três desaparecidos.

"Nós precisamo dar mais visibilidade a casos sem informação alguma e de forma que não onerasse o Estado. Por isso procuramos a secretaria de administração para imprimir as fotos nos contracheques", afirmou a delegada Juceli Rodrigues, titular da DPP. Foi também a polícia que procurou a empresa de publicidade de ônibus.

Os anúncios exibem o site do disque-denúncia ( www.disquedenuncia.com.br ) e os telefones da DPP: (71) 3116-0357 e (71) 3116-0133.

As figuras que vão estampar os documentos obedecem aos três perfis mais recorrentes de desaparecidos: adolescentes, idosos e portadores de doença mental. Há sete meses não se sabe do paradeiro deles. Um dos critérios da escolha da foto é a pessoa estar muito tempo sumido sem deixar pistas.

Desde março, quando a DPP foi criada, foram registrados 260 casos de desaparecimento. A delegada afirma que em cerca de 90% as pessoas são encontradas, viva ou não. "Com essas nossas ações esperamos superar esse número", disse Juceli.

Divulgação
Reprodução de imagem que será impressa em contracheques de servidores públicos baianos

    Leia tudo sobre: desaparecidosBahiadisque-denúncia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG