Estudante brasileiro que sofreu AVC na Colômbia recebe alta

Lucas Junqueira estava fazendo uma especialização em Bogotá e foi internado no último dia 10, após passar mal durante aula na universidade
Foto: Arquivo pessoal
Lucas Junqueira estava em intercâmbio para uma especialização na Colômbia quando sofreu um AVC e foi internado

O estudante brasileiro Lucas Tadeu Assumpção Junqueira, que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) na Colômbia, saiu do hospital neste fim de semana. O jovem de 27 anos estava internado em uma clínica particular em Bogotá desde o último dia 10, quando passou mal durante uma aula na Universidade Nacional da Colômbia.

Segundo a família, os médicos avisaram que o estudante já estava em condições de ir para casa e que os exames mostraram que ele está bem. No entanto, a causa do AVC ainda é desconhecida, por isso o jovem deve passar por novos exames nesta semana.

“Ele recebeu alta hospitalar, agora só falta o neurologista falar se ele pode vir para o País do voo normal ou UTI Móvel para dar continuidade do tratamento aqui no Brasil”, disse a irmã do estudante, a advogada Nayara Assumpção Junqueira.

 O irmão mais novo de Lucas, Matheus Jeronimo Assumpção Junqueira, de 22 anos, que viajou para a Colômbia para acompanhar o estudante, gravou um vídeo do estudante agradecendo o apoio que a família recebeu nos últimos dias.

Assista:


Leia também: Mulher baleada durante confronto em comunidade no Rio segue no hospital

Relembre o caso

Estudante de Geografia da Universidade de São Paulo (USP), Lucas havia trancado o curso no Brasil para fazer uma especialização de seis meses na Universidade Nacional da Colômbia. Com apenas duas semanas no país, o estudante passou mal e teve que ser internado em uma clínica particular em Bogotá.

A família ficou sabendo da internação por meio de uma ligação de uma amiga, que estava no hospital para onde o jovem havia sido levado.

Desde então, os familiares têm se mobilizado para arrecadar o dinheiro necessário para trazer Lucas de volta para o Brasil, e também pagar as dívidas que se acumularam no hospital, as quais já ultrapassam os R$ 11 mil.

Segundo a família, o seguro de saúde contratado por Lucas para fazer a viagem era muito simples e, por isso, não cobre os custos para esse tipo de enfermidade. "Estamos esperando alguma resposta do seguro para ver se iram arcar com algum custo", afirmou Matheus. 

Leia também: Mais de 4 milhões de brasileiros voltaram à linha da pobreza em 2015, diz estudo

Procurado pela reportagem, o Itamaraty informou que a Embaixada do Brasil em Bogotá tomou conhecimento do caso e, desde então, mantém constante contato com familiares e amigos de Lucas. No entanto, não é autorizado a passar mais informações sobre o estado de saúde do jovem que sofreu AVC. Em nota, informou ainda que “não há previsão legal ou orçamentária que permita pagamento, por parte do Itamaraty, de custos hospitalares ou de transferência para o Brasil”.

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2017-08-21/avc-lucas-colombia-melhora.html