Regime concede a condenado direito de deixar prisão para trabalhar durante o dia; MP diz que irá recorrer da decisão

Condenada por planejar em 2002 o assassinato dos pais, Manfred e Marísia Richthofen, Suzane Von Richthofen, 30 anos, ganhou o direito de cumprir sua pena em regime semiaberto, em decisão da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, interior paulista, anunciada na segunda-feira (11). A informação foi confirmada pelo Ministério Público de São Paulo, nesta quarta (11).

Relembre os crimes em família que chocaram o Brasil:

A condenação de Suzane ocorreu em julho de 2006, quando o júri popular do julgamento considerou ela e os irmãos Daniel, ex-namorado da garota, e Cristian Cravinhos culpados por duplo homicídio. Os pais da jovem foram assassinados enquanto dormiam na mansão, localizada no nobre bairro do Brooklin, na madrugada de 31 de outubro de 2002.

Memória: relembre o caso Von Richtofen
Um ano atrás: Justiça nega habeas corpus a Suzane von Richthofen

Suzane foi condenada a 39 anos de prisão em regime fechado, enquanto Daniel e Cristian, respectivamente, a 39 anos e seis meses e a 38 anos e seis meses no mesmo regime. Em fevereiro do ano passado, os dois comparsas de Richtofen ganharam o direito de cumprir a pena em regime semiaberto, que permite ao preso sair pela manhã da cadeia para trabalhar ou estudar e depois retornar para dormir encarcerado. Sueli Zeraik de Oliveira Armani, a juíza que lhes concedeu o benefício, foi a mesma que julgou o caso de Suzane.

Na decisão, Armani justifica que a Lei de Execução Penal exige progressão da pena por período cumprido e comportamento carcerário, classificando o de Richtofen como ótimo. A juíza também destacou que não há evidências da possibilidade de reincidência por parte da ré, tampouco periculosidade ou qualquer outro fator que a leve a impor risco à sociedade à medida em que o fim de sua pena se aproxima. Armani ainda citou o fato de que, no total, Suzane está presa há quase 12 anos.

O Ministério Público afirmou que irá recorrer da decisão. 

Cristian e Daniel Cravinhos ao lado de Suzane Von Richtofen no momento da prisão, em 2002
Mario Angelo/Futura Press
Cristian e Daniel Cravinhos ao lado de Suzane Von Richtofen no momento da prisão, em 2002


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.