Padrasto e enteada são encontrados mortos acorrentados a árvore em Goiás

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Vítimas tiveram abdômen cortado e órgãos arrancados, segundo polícia. Corpos foram localizados em Pirenópolis

A estudante Loanne Rodrigues da Silva Costa, de 19 anos, e o padrasto, Joaquim Lourenço da Luz, de 47 anos, foram encontrados mortos e acorrentados pelos pés a uma árvore no Morro do Frota, área de preservação ambiental localizada em Pirenópolis, em Goiás, nessa terça-feira (17), segundo informações do Corpo de Bombeiros.

Conheça a nova home do Último Segundo

Estudante Loanne Rodrigues da Silva Costa e o padrasto foram encontrados mortos e acorrentados pelos pés a uma árvore. Foto: Reprodução/FacebookEla e o padrasto tiveram as barrigas cortadas e órgãos arrancados, segundo a polícia. Foto: Reprodução/FacebookEles teriam ido até o parque na tarde da segunda-feira (16) e não retornaram para casa. Foto: Reprodução/FacebookOs corpos foram enterrados na manhã desta quarta-feira (18), no cemitério de Pirenópolis. Foto: Reprodução/FacebookCaixões ficaram fechados durante todo o velório que aconteceu na madrugada desta quarta-feira (18). Foto: Reprodução/FacebookEstudante Loanne Rodrigues da Silva Costa tinha 19 anos e seu padrasto, Joaquim Lourenço da Luz, tinha 47 anos. Foto: Reprodução/FacebookFoto de Loanne Rodrigues. Foto: Reprodução/FacebookCorpo da menina foi encontrado amarrado em árvore em Pirenópolis. Foto: Reprodução/FacebookOs corpos foram encontrados no Morro do Frota que é uma área de preservação ambiental. Foto: Reprodução/FacebookEnterro aconteceu no cemitério de Pirenópolis. Foto: Reprodução/Facebook

Segundo a Polícia Civil, as vítimas tiveram as barrigas cortadas e órgãos arrancados. Alguns parentes relataram aos bombeiros, que Loanne e o padrasto teriam ido até o parque na tarde da segunda-feira (16) e não retornaram.

Os corpos só foram localizados por volta das 13h de ontem (17) por um homem que passava pelo local e acionou os bombeiros. O local foi isolado e agentes da Polícia Técnico Científica se dirigiram ao local fazer a perícia.

Os corpos da estudante e do padrasto foram enterrados na manhã desta quarta-feira (18), no cemitério de Pirenópolis. Os caixões permaneceram fechados durante todo o velório que aconteceu nesta madrugada.

Leia tudo sobre: meninapadrastomortosamarradosárvorescrimegoiás

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas