Governo desmente suspensão do Bolsa Família

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Boatos relativos à interrupção dos pagamentos do programa de transferência de renda foram desmentidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social e pela Caixa Econômica Federal

Agência Estado

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome informou, por meio de nota, que não há nenhuma veracidade nos boatos relativos à suspensão ou interrupção dos pagamentos do Programa Bolsa Família. "A presidente Dilma Rousseff está monitorando o assunto. O Bolsa Família é um dos programas principais do governo. É preocupação da presidente que estejamos todos atentos para que nada possa prejudicar as famílias", disse há pouco a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello.

Fevereiro: Dilma exalta sucesso do Bolsa Família e ataca 'correntes conservadoras'

Reeleição de Dilma: PT percorrerá o País para resgatar imagem e por discurso de 2014

As agências da Caixa Econômica Federal foram muito procuradas devido a boatos de que os pagamentos pudessem ser prejudicados. A ministra negou o risco. "Não existe qualquer possibilidade de suspensão ou de qualquer alteração do Bolsa Família. Ele está sendo pago em dia", informou. As famílias contempladas pelo programa recebem anualmente um calendário com as datas de pagamento e, segundo a ministra, não houve mudança alguma. "Os beneficiários não têm porque tentar tirar o benefício antecipadamente", afirmou Campello.

Os locais em que houve maior procura da população às agências da Caixa foram as capitais do Nordeste, além de Belém, Manaus e no Rio de Janeiro, segundo a ministra.

Questionada se a origem do boato poderia ter alguma motivação política, Campello afirmou que "não adianta tentar antecipar". O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, já determinou a abertura de inquérito policial para apurar a origem dos boatos, segundo informou o governo federal.

"Esperamos que tenha sido um mal entendido. Essa atitude prejudica a população, não prejudica o governo. A população é quem mais sofre com isso", opinou. "Eu não consigo entender o que alguém ganharia divulgando esse tipo de informação. O Bolsa Família está consolidado, é um programa de sucesso, a população sempre pôde contar conosco."

O orçamento do programa para este ano é de R$ 24 bilhões e a ministra afirmou que ele está garantido. "Nunca faltou dinheiro e não vai faltar."

Em 2011: Frequência escolar é descumprida por 600 mil no Bolsa Família

Segundo o ministério, o Bolsa Família está completando 10 anos e beneficia atualmente 13,8 milhões de famílias. 

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas