Greve da Polícia Rodoviária Federal deve atingir todo o País, diz sindicato

De acordo com a previsão sindicato nacional, 21 associações estaduais devem atender ao comando de greve e realizar paralisações até sexta-feira

Agência Estado |

Agência Estado

Os policiais rodoviários federais de todo o Brasil entram em greve nesta segunda-feira. A paralisação nacional foi aceita durante assembleia realizada no último sábado (18) e a adesão é feita de forma gradual conforme as necessidades de cada sindicato estadual (Sinprf).

STJ proíbe operações-padrão da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal

Há 24 sindicatos regionais e a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) calcula que 21 vão atender ao comando de greve até a próxima sexta-feira, 24, um dia depois de uma reunião com o Ministério do Planejamento, que deve acontecer na quinta-feira, 23. Alguns Estados já tinham iniciado o movimento na semana passada, com o Paraná e Rio Grande do Sul.

Greve dos servidores:  Governo retoma negociação nesta segunda-feira

Segundo a categoria, entre os serviços prejudicados com a paralisação, está o combate aos crimes em estradas e rodovias, ao tráfico de drogas assim como a fiscalização de cargas, sonegação de impostos e crimes de trânsito. O policiamento nas fronteiras do País também será reduzido, 30% do efetivo segue com os trabalhos.

A FenaPRF afirma que a greve persistirá até um acordo com o governo federal. Entre os itens da pauta de reivindicações, os policiais rodoviários federais pedem, principalmente, uma recomposição salarial e o reconhecimento do nível superior para o cargo de PRF.

Na cidade de São Paulo, de acordo com o Sinprf-SP, a greve começará ainda nesta semana. O sindicato aguarda a publicação do edital com o comando de greve para aderir ao movimento.

    Leia tudo sobre: Polícia Rodoviária FederalPRFgreve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG