Censo 2010: 8% dos brasileiros se declaram sem religião

Em 2000 eram quase 12,5 milhões de brasileiros que diziam não seguir nenhuma religião. Em 2010, esse número passou para 15 milhões

iG São Paulo |

Com população menor apenas que os católicos e evangélicos, os brasileiros que se declararam sem religião chegaram a 8%, segundo dados do Censo 2010, divulgado nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2000 eram quase 12,5 milhões (7,3%) de brasileiros que diziam não seguir nenhuma religião. Em 2010, esse número passou para 15 milhões (8,0%).

AE
Quinze milhões de pessoas disseram não seguir nenhuma religião no País

Como característica, os brasileiros que diziam não seguir nenhuma religião tem o segundo pior nível de instrução. Os católicos (6,8%), os sem religião (6,7%) e evangélicos pentecostais (6,2%) são os grupos com maiores contingentes de pessoas de 15 anos ou mais de idade sem instrução. Em relação ao ensino fundamental incompleto são também esses três grupos de religião que apresentam as maiores proporções (39,8%, 39,2% e 42,3%, respectivamente).

Quem disse não seguir nenhuma religião também são segundo pior grupo quando se analisa rendimentos. Quando se analisa os grupos religiosos por pessoas concentrados na faixa até 1 salário mínimo de rendimento, os que se declaram sem religião (59,2%) só não estão pior que os evangélicos pentecostais (63,7%). No grupo dos sem religião, a declaração de cor mais encontrada foi parda (47,1%).

Outras divulgações do Censo 2010:
- País de extremos, Brasil tem 190.755.799 habitantes
- Censo revela os extremos do Brasil
- No País em que homens são minoria, Mato Grosso é exceção
- Maranhão é o Estado mais rural do Brasil
- IBGE: Brasil possui 190,7 milhões de pessoas
- População começará a recuar a partir de 2040
- Mais 80% das mortes entre 20 e 24 anos são de homens
- 2,7 milhões de brasileiros não têm energia elétrica
- Famílias estão menores e mais abertas
- Zona rural e idosos elevam taxa de analfabetos
- 10% mais ricos têm 44,5% da renda dos brasileiros
- Homens são 80% das mortes entre 20 e 24 anos
- Pretos e pardos recebem quase a metade que brancos 
- Pela 1ª vez, casas têm mais TV e geladeira que rádio
- Metade não estudou ou não concluiu fundamental
- Comércio e agricultura têm 30% dos trabalhadores
- Menos de 1% ganha mais de 20 salários mínimos
- Mortalidade infantil cai quase 50% em dez anos
- Taxa de fecundidade cai a 1,9 filho por mulher
- Separações crescem cerca de 20% em dez anos
- SP e GO são os Estados que mais recebem migrantes
- Mais de 45 milhões têm alguma deficiência


    Leia tudo sobre: Censo 2010sem religiãoIBGEreligião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG