Comércio e agricultura concentram 30% dos trabalhadores, mostra Censo

Junto com indústria e construção, setores ocupavam metade dos brasileiros em 2010

iG São Paulo |

Metade dos brasileiros ocupados por atividade econômica do País trabalha em quatros das 21 seções de atividades divididas pelo Censo 2010, divulgou nesta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Só as categorias ‘Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas’ e ‘Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura’ possuem mais de 30% dos postos ocupados no País.

De acordo com o Censo 2010, a atividade ‘Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas’ concentrava 17% das pessoas ocupadas; a ‘Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura’, 14,2%; a ‘Indústrias de transformação’, 11,8%; e a ‘Construção,’ 7,3%.

Além dessas quatro seções de atividade, outras três ainda tiveram participação na população ocupada acima de 5%: ‘Serviços domésticos’ (6,9%), que se caracteriza por ser a que apresenta a mais acentuada predominância feminina; ‘Educação’ (5,6%); e ‘Administração pública, defesa e seguridade social’ (5,4%). Reunindo-se as seções ‘Indústrias extrativas’; ‘Eletricidade e gás’; e ‘Água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação’, esse grupamento tem somente 1,4% das pessoas ocupadas. No conjunto das seções restantes, todas de serviços, ficaram 24,2% das pessoas ocupadas.

Nível de ocupação

Divulgação Magazine Luiza
Maioria dos brasileiros está empregada no setor de comércio
Segundo o Censo, de 2000 para 2010, o nível da ocupação das pessoas de 10 anos ou mais de idade subiu de 47,9% para 53,3% no País. Esse indicador aumentou em todas as regiões, sendo que as taxas de crescimento alcançadas nesse indicador das regiões Sul (12,5%), Sudeste (12,7%) e Centro-Oeste (12,9%) foram ainda mais expressivas que as das regiões Norte (9,2%) e Nordeste (8,1%).

De 2000 para 2010, o nível da ocupação da região Sul cresceu de 53,5% para 60,1%, ficando como o mais elevado, enquanto que o da região Nordeste aumentou de 43,6% para 47,2%, permanecendo como o mais baixo. O nível da ocupação da região Norte passou de 45,3% para 49,4%, de 2000 para 2010, continuando mais próximo do resultado da região Nordeste do que daqueles das regiões Sudeste (54,8%) e Centro-Oeste (57,9%) em 2010.

Outras divulgações do Censo 2010:
-
País de extremos, Brasil tem 190.755.799 habitantes
-
Censo revela os extremos do Brasil
-
No País em que homens são minoria, Mato Grosso é exceção
-
Maranhão é o Estado mais rural do Brasil
-
IBGE: Brasil possui 190,7 milhões de pessoas
-
População começará a recuar a partir de 2040

-
Mais 80% das mortes entre 20 e 24 anos são de homens
-
2,7 milhões de brasileiros não têm energia elétrica
-
Famílias estão menores e mais abertas
-
Zona rural e idosos elevam taxa de analfabetos
-
10% mais ricos têm 44,5% da renda dos brasileiros
-
Homens são 80% das mortes entre 20 e 24 anos
-
Pretos e pardos recebem quase a metade que brancos

    Leia tudo sobre: ibgecenso 2010trabalho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG