Tamanho do texto

No primeiro dia de julgamento do pedido de impeachment do prefeito de Campinas, vereadores se revezaram para ler documento

No primeiro dia de julgamento do pedido de impeachment do prefeito de Campinas, Demétrio Vilagra (PT), os vereadores se revezaram para fazer a leitura das 1,4 mil páginas do processo. No entanto, até o início da noite, a leitura não chegou sequer à metade do texto resultante da investigação das denúncias de irregularidades em contratos da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento de Campinas (Sanasa).

Dia de decisão: Começa julgamento de impeachment do prefeito de Campinas

Vilagra era vice-prefeito de Campinas na gestão do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT), cassado em agosto sob acusação de envolvimento em fraudes.

De acordo com a Câmara Municipal, a sessão deve se estender até a noite de quinta-feira (22). Após o fim da leitura do processo, será aberto espaço para que os vereadores se manifestem. Em seguida, serão reservadas duas horas para a defesa do prefeito. Para manter-se no cargo, Vilagra precisa do apoio de 12 dos 33 vereadores de Campinas.

    Leia tudo sobre: impeachment
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.