Tamanho do texto

O rosto do palhaço foi reproduzido em 10 mil máscaras, a face da presidenta, em 6 mil unidades; Lula é o campeão com 15 mil

selo

O deputado federal Tiririca (PR-SP) desbancou a presidenta Dilma Rousseff. Pelo menos, nas faturas da tradicional fábrica Condal, que há 52 anos faz máscaras de carnaval, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Enquanto o rosto do palhaço foi reproduzido em 10 mil máscaras, a face da presidenta recebeu encomenda de 6 mil unidades.

Os dois estão longe, ainda, do campeão de vendas: o ex-presidente Lula, que vendeu 15 mil máscaras após ser eleito em 2002. "Ele é a cara do Brasil no exterior. Exportamos para toda a Europa", afirma a diretora da empresa, Olga Valles, viúva do artista plástico espanhol, Armando Valles, fundador da fábrica.

Se Tiririca é novato no ramo das máscaras, a presidente Dilma marca presença há três carnavais nas banquinhas de camelô e lojas da Saara (mercadão popular no centro do Rio). Na primeira versão, de 2008, Dilma usa óculos e tem corte de cabelo pouco moderno; na mais recente ela já aparece "repaginada", e com rosto "mais assentado", nas palavras de Olga. "A de 2009 foi logo depois da cirurgia. Ela estava com aspecto plastificado", disse.

Máscara do deputado federal Tirica divide espaço na linha de produção a da presidenta Dilma, de integrantes do governo e do presidente do Senado José Sarney
WILTON JUNIOR/ AE
Máscara do deputado federal Tirica divide espaço na linha de produção a da presidenta Dilma, de integrantes do governo e do presidente do Senado José Sarney

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.