Tamanho do texto

Presidenta vai pela primeira vez desde que foi eleita ao Estado. Governador tucano elogia "espírito republicano" de Dilma

Na primeira visita ao Estado de Goiás desde que foi eleita, a presidenta Dilma Rousseff vistoria hoje (15) obras da Ferrovia Norte-Sul nas cidades de Anápolis e Goianira.

A ferrovia faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e, quando concluída, terá cerca de 3 mil quilômetros de extensão que farão a integração de regiões do País, reduzindo o custo do transporte de cargas e favorecendo o crescimento de projetos agropecuários e agroindustriais nesse eixo. Em construção desde 1987, as obras da ferrovia foram interrompidas diversas vezes.

Veja o especial do iG sobre os 5 anos do PAC

Presidenta Dilma Rousseff realiza vistoria às obras da ferrovia Norte-Sul, nos municípios de Anápolis e Goianira
Roberto Stuckert Filho
Presidenta Dilma Rousseff realiza vistoria às obras da ferrovia Norte-Sul, nos municípios de Anápolis e Goianira

A viagem da presidenta começa com a vistoria ao túnel 2 da Ferrovia Norte-Sul, localizado no trecho entre Anápolis (GO) e Palmas (TO). Esse trecho tem 855 quilômetros de extensão e 95% das obras concluídos, com investimentos de R$ 2,92 bilhões.

Pouco depois, em Goianira, Dilma tem reunião de trabalho com os responsáveis pela obra, em canteiro do trecho que liga Ouro Verde (GO) a Estrela do Oeste (SP). Com 680 quilômetros de extensão, 23% das obras desse trecho estão concluídos e a previsão de investimentos é R$ 2,7 bilhões até 2014. Os dados sobre os dois trechos da ferrovia são do Ministério dos Transportes.

O governador de Goiás, Marconi Perillo, acompanha a presidenta na visita às obras. Ao ter a confirmação da ida de Dilma ao Estado, Perillo, que é do PSDB, partido de oposição ao governo, divulgou nota elogiando o “espírito republicano e a relação democrática que seu governo [da presidenta Dilma] mantém com todas as unidades federativas”. O governador disse que a Ferrovia Norte-Sul vai mudar o perfil econômico de Goiás, com melhoria na área da logística.

O projeto da ferrovia é executado pela Valec - Engenharia, Construções e Ferrovias, empresa pública vinculada ao Ministério dos Transportes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.