Deputado federal Eduardo Bolsonaro publicou foto com o presidente do PL, Valdemar Costa Neto
Reprodução/Twitter
Deputado federal Eduardo Bolsonaro publicou foto com o presidente do PL, Valdemar Costa Neto

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, confirmou nesta terça-feira de que deverá se filiar ao PL, mesmo partido do seu pai de olho nas eleições deste ano.

Em publicação no seu Twitter, Eduardo Bolsonaro negou as especulações de que poderia entrar em um partido diferente do presidente. Na publicação, Eduardo compartilhou também uma foto sua ao lado de Valdemar Costa Neto, principal liderança do PL e condenado pelo Supremo Tribunal Federal no escândalo do Mensalão.

— A janela para mudança partidária de deputados será em março e vários bolsonaristas irão também. Vamos somar forças para o projeto que põe o Brasil acima de tudo — afirmou Eduardo.

Assim como no caso do presidente Bolsonaro, a filiação de Eduardo marca uma mudança no discurso bolsonarista antes da eleição. Durante a campanha presidencial de 2018, Eduardo Bolsonaro e outros auxiliares do presidente fizeram duras críticas ao grupo de partidos que é associado à troca de cargos em Brasília.

Leia Também

Em um evento de campanha em 2018, Eduardo chegou a questionar se alguns dos seguidores de Jair Bolsonaro se deixariam seduzir pelo discurso do Centrão.

— Eu queria tirar uma foto de cada um dos senhores aqui para saber se, em 2019, quando o couro comer para valer, se vocês vão deixar se seduzir pelo discurso do Centrão ou vão se manter firmes e fortes com Bolsonaro — disse Eduardo.

No lançamento da campanha, o atual ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, também ironizou o Centrão, cantarolando uma paródia do verso "Se gritar 'pega, ladrão'".

— Se gritar "Pega, Centrão", não fica um, meu irmão — disse Heleno.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários