Bolsonaro ao lado de apoiadores no Guarujá
Reprodução/Twitter
Bolsonaro ao lado de apoiadores no Guarujá

O general Carlos Alberto dos Santos Cruz (Podemos), ex-ministro da Secretaria de Governo de Bolsonaro, chamou de "escárnio" a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que apareceu em um vídeo dançando funk em uma lancha no Guarujá nesta semana.

A gravação foi postada nas redes sociais pelo filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro, e pelo tenente Mosart Aragão, assessor especial de Bolsonaro na segunda-feira (20), dia em que a Câmara dos Deputados discutia o orçamento do próximo ano.

"É um escárnio uma cena como essa num momento em que o país atravessa. Bolsonaro é o grande cabo eleitoral do Lula, todo mundo sabe disso. Ele só fala do Lula desde o primeiro dia em que foi eleito. Não tem cabo eleitoral melhor. Fala em lives, fala para gangue virtual, segue no mesmo ritmo de campanha de 2018", afirmou, em entrevista à Revista Crusoé.

Desde que foi demitido do governo, em junho de 2019, o militar cortou relações com Bolsonaro. Agora, se empenha na campanha do ex-ministro e ex-juiz Sérgio Moro, que recentemente se filiou ao Podemos.

Para ele, "Lula está fazendo o que os políticos fazem" ao se aproximar de Geraldo Alckmin. "Quem está na função de presidente é que tem que governar e não ficar passeando".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários