Pedro Hallal na CPI da Covid
Divulgação/Agência Senado/Jefferson Rudy
Pedro Hallal na CPI da Covid

 O epidemiologista da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) Pedro Hallal , que presta depoimento à CPI da Covid nesta quinta-feira (24) rebateu fala do senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS).

Membro da base do governo, Heinze cita que o Brasil teve mais de 16 milhões de pessoas curadas da Covid-19 , como forma de elogiar o trabalho do governo federal frente à pandemia.

Todavia, Hallal fez uma analogia com o histórico vexame da seleção brasileira contra a Alemanha na Copa do Mundo de  2014 na derrota por 7 a 1 para dizer que “não consegue entender a lógica” de celebrar esses ‘curados’ da Covid-19 no Brasil, sendo que eles ficaram doentes.

Confira o vídeo:



O epidemiologista, que presta depoimento ao lado da médica e representante do Movimento Alerta  Jurema Werneck , fez apelo por um lockdown federal de três semanas e a necessidade de vacinar cerca de 1,5 milhão de pessoas todos os dias para que a pandemia consiga ser controlada no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários