O empresário Gustavo Lucena alegou que um carro preto estava o seguindo há três dias
Reprodução Instagram
O empresário Gustavo Lucena alegou que um carro preto estava o seguindo há três dias

O empresário Allan Gustavo Lucena do Norte, que já atuou como personal trainer de Jair Renan Bolsonaro , filho do presidente da República , denunciou a polícia na última terça-feira (16) estar sendo perseguido há três dias.

O carro preto que estava lhe seguindo entrou no prédio em que Allan mora, o que fez com que ele procurasse a polícia para relatar o caso.

Uma viatura da Polícia Militar foi até o local e abordou o condutor do carro suspeito. O homem, que se apresentou como agente da Polícia Federal, disse em sua versão que estava esperando para encontrar uma garota de programa.

Identificado como Luiz Felipe Barros Felix, o servidor trabalha na Agência Brasileira de inteligência ( Abin ), órgão do governo federal.

No mesmo dia em que alegou a Polícia estar sendo seguido, Allan recebeu uma promoção do Governo do Distrito Federal, saltando de um salário de R$ 3 mil para R$ 12 mil .

Você viu?

A promoção durou apenas três dias, já que nesta sexta (19), ele foi exonerado pelo governo distrital.

Allan Lucena já atuou como personal trainer do filho 04 de Bolsonaro , Jair Renan. Além disso, o empresário atua no escritório da empresa Bolsonaro Jr. Eventos e Mídia.

O filho homem do presidente é o único que ainda não adentrou no universo político exercendo cargos públicos. Mas na última segunda-feira (15), passou a ser alvo de um inquérito da polícia Federal , que investiga os negócios de Renan, que é suspeito de tráfico de influência e lavagem de dinheiro ao intermediar reuniões de empresários com o governo federal.

A Polícia Civil do DF abriu investigação sobre o caso da perseguição, e deve intimar os envolvidos a apresentarem depoimentos.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários