Brasília
Agência Brasil
Autoridades passam a fazer testes após festas em Brasília durante a pandemia

Após duas semanas marcadas por confraternizações entre autoridades em Brasília, os que participaram desses eventos estão fazendo testes para garantir que não estão com Covid-19 . Os eventos coincidem com uma onda de contaminações entre integrantes dos três Poderes.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli anunciou nesta terça-feira (13) que contraiu o coronavírus . No sábado retrasado, 3 de outubro, ele foi anfitrião de um almoço onde estavam o presidente Jair Bolsonaro, o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), José Mucio, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, e o indicado para a vaga de ministro no STF Kassio Nunes Marques.

Kakay disse que conversou com uma infectologista e vai se testar depois de receber a notícia de que Toffoli está infectado, "por uma questão de precaução", mesmo sem sintomas. Também estavam na festa o Procurador-Geral da República, Augusto Aras , o ex-ministro da Segurança Pública Raul Jungmann e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Os três já tiveram Covid, assim como Bolsonaro.

Através de sua assessoria, Kassio Nunes Marques disse que não sentiu sintomas e por isso ainda não se testou.

José Mucio , presidente do TCU, fez o teste nesta terça-feira e teve resultado negativo. Mas não por conta do almoço, onde diz ter passado pouco tempo. Sua preocupação foi com um jantar na segunda-feira seguinte, 5, na casa do ministro do TCU Bruno Dantas. O evento selou a paz entre o ministro da Economia Paulo Guedes e o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Dois convidados desse jantar anunciaram depois que estão com Covid: Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo, e o senador e líder do MDB Eduardo Braga (AM). Bruno Dantas disse que está isolado, sem sintomas, aguardando para decidir se vai precisar fazer um teste.

Eduardo Braga contou a aliados que se testou — e teve resultado positivo — após Ramos divulgar que está com o vírus. Paulo Guedes fez dois testes no último sábado, um exame de sangue e outro pela saliva, ambos negativos. Ele também se preocupou com a onda de contaminações em Brasília.

    Veja Também

      Mostrar mais