anibal gomes
Reprodução
Prisão não será imediata, ele ainda pode recorrer em liberdade

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta terça-feira o deputado Aníbal Gomes (DEM-CE) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Lava-Jato.

Leia tambem


O parlamentar foi acusado de receber R$ 3 milhões em propina junto com o engenheiro Luís Carlos Batista Sá, que foi condenado pelos mesmos crimes. Depois do intervalo da sessão, os ministros do colegiado vão definir a pena dos réus. A prisão não será imediata, eles ainda podem recorrer em liberdade.

Os dois acusados receberam o dinheiro em troca de ajudar na negociação de um contrato da Pebrobras com empresas de praticagem que operavam na Zona Portuária 16, no Rio de Janeiro.

O serviço de prático é executado por técnicos que orientam os comandantes na navegação e nas manobras dos navios. O contrato foi firmado em 2008 e custou R$ 60,9 milhões à Petrobras.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários