urna eleitoral
reprodução
Eleições municipais vão receber R$ 2 bilhões em fundo eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral recebeu os recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, mais conhecido como fundo eleitoral.

Os recursos destinados devem ser usados pelos partidos para financiar as campanhas eleitorais municipais de 2020. Vale lembrar que, no mínimo 30% do valor recebido por cada partido, deve ser destinado ao financiamento de candidaturas femininas.

Leia mais:  Eleições 2020: "Não pretendo apoiar prefeito em lugar nenhum", diz Bolsonaro

O fundo eleitoral é constituido por valores do orçamento da União em todos os anos eleitorais.

Em até 15 dias, o TSE vai divulgar os valores que cada partido vai receber para financiar suas campanhas.

Após o TSE definir o valor que caberá a cada partido, será feita a transferência dos recursos para uma conta aberta pelo diretório nacional do respectivo partido para atender unicamente a essa finalidade.

Fundo eleitoral

Na Reforma Eleitoral de 2017, o Congresso Nacional criou o fundo eleitoal com o objetivo de destinar recursos do Tesouro Nacional para que os candidatos a posições públicas pudessem divulgar suas propostas aos eleitores.

Saiba mais:  Congresso e TSE estudam adiar eleições para 15 de novembro ou 6 de dezembro

O dinheiro é dividido com base na representatividade dos parlamentares já eleitos. Quanto mais parlamentares, mais dinheiro o partido pode receber.

    Veja Também

      Mostrar mais