Ministro da Educação Abraham Weintraub
Marcos Corrêa/PR
Ministro da Educação Abraham Weintraub

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, escreveu em seu Twitter nesta sexta-feira (8) que "há muito 'jornalista' dizendo que eu xinguei fulano, beltrano e siclano. Desafio a apontarem um único palavrão que eu tenha proferido".

Leia também: Planalto não quer divulgar vídeo de reunião em que Weintraub xinga o STF

O tuíte de Weintraub ocorreu após a jornalista e colunista Thaís Oyama, do UOL , ter divulgado relatos de o ministro teria xingado o Supremo Tribunal Federal (STF) em uma reunião que foi citada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro em depoimento à Polícia Federal. 

Após o depoimento de Moro, o STF solicitou que fosse disponibilizado gravações desta reunião, mas o governo tem relutado em divulgar vídeos do encontro, alegando que assuntos sensíveis foram tratados nele.

Leia também: Fechados com o capitão: O que afasta e o que aproxima Bolsonaro de seus ministros

A colunista divulgou relatos que afirmam que na reunião Weintraub teria chamado os 11 ministros do STF de "11 filhos da puta". O ministro da educação afirma, no entanto, que "posso ser contundente, porém, sou bem educado".


    Veja Também

      Mostrar mais