Wilson Witzel%2C governador do Rio%2C em encontro com o presidente Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR
Wilson Witzel, governador do Rio, em encontro com o presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em entrevista ao canal do Youtube do pastor Silas Malafaia, que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, "colocou na cabeça que quer ser presidente" e anda com a faixa presidencial na sala dele. 

"Acabaram as eleições e o Witzel botou na cabeça, isso é uma doença, ele botou na cabeça:  'Vou ser presidente da República'. Ele anda inclusive dentro da sala dele com a faixa presidencial. Uma coisa ridícula", afirmou Bolsonaro. 

O presidente disse ainda que Witzel só foi eleito porque "colou" em um de seus filhos, o senador Flávio Bolsonaro e que o governador faz "um trabalho porco" no estado do Rio. "Onde o Flávio ia, Witzel tava atrás", afirmou. 

Leia também:"Uma pessoa com HIV é despesa para todos no Brasil", diz Bolsonaro

Questionado sobre o depoimento do porteiro que o citou no caso Marielle Franco, Bolsonaro voltou a acusar Witzel. O presidente afirmou que, durante um evento, o governador o chamou em um canto e contou que o caso estava no Supremo Tribunal Federal. "Mas o processo estava em segredo de Justiça, como é que ele sabia disso?", questionou. "Eu já tinha informações que ele trabalhava contra mim para tentar me incriminar", completou. 




    Veja Também

      Mostrar mais